Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Vermes Anelideos

Vermes Anelideos

Categoria: Saúde
Visitas: 43
Vermes Anelideos

Os anelídeos vem do latim annelus= ane, esse filo agrupa os vermes de corpo cilíndrico e segmentados,são providos de anéis ,só triblástico, celomados e protostomios e apresentam também simetria bilateral.seu representante é muito conhecido, é a minhoca.Os anelídeos são os primeiros animais a apresentar um sistema circulatório, que assim ajuda e facilita a distribuição de nutrientes e de gases respiratórios a todas as células do corpo.

O sistema circulatório, é um sistema fechado,o sangue circula o tempo todo dentro dos vasos.Seu tubo digestório é completo, e seu sistema nervoso é do tipo ganglionar e sua excreção e feita por nefridios que é um par por segmento.
Existem três classes do filo anelídeos , e são elas: Oligoquetas,Poliquetase Hirudineos.


A classe Oligoquetas, que vem do grego oligo=pouco+khaite=cabeleira,apresentam espinhos ou cerdas curtos, que são microscópicas na supervficie de seu corpo e que essas cerdas auxiliam em sua locomoção.Eles vivem em ambientes terrestre úmidos ou água doce.A minhoca , seu corpo é recoberto por um muco, que assim matem sua pele úmida.Os oligoquetas são animais hemafroditas, e sua fecundação é a fecundação cruzada.


Classe Poliquetas, vem do grego polus=muito+khaite+cabeleira,são animais que apresentam muitas cerdas e são animais marinhos.Eles vivem sobre a arei ou em tubos que escavam no fundo do mar ou nas praias,Algumas espécies se locomovem ativamente no fundo do mar a procura de alimentos ,e outras são fixas.As que são fixas obtém seus alimentos filtrando a água do mar com uma coroa de penachos, brânquias que rodeiam sua boca.


Classe Hirudínea, a classe hirudínea vem do latim hirudo=sanguessuga, e essa classe não apresentam cerdas nem parapodios, seu habitat é em água doce, embora existam algumas espécies terrestres que vivem em florestas úmidas.A maioria dessas espécies são ectoparasitas de outros animais,em geral vertebrados,em qual sugam seu sangue,eles possuem uma ventosa que auxiliam na sua fixação ao corpo do hospedeiro, como as sanguessugas.


Oligoquetos são hemafroditas de fecundação interna.Sobre as sanguessugas, elas possuem e produzem uma secreção salivar que contem anticoagulante, a hirudina.No passado essas espécies Hirudo medicinalis foram utilizadas pela medicina,hoje em dia não usado mais.Porem ainda as sanguessugas são utilizadas em certos tratamentos médicos. E a hirudina ,que hoje é sintetizada artificialmente é utilizada sem pomadas e cremes para eliminar hematomas.


Vanessa Camila Borri

Título: Vermes Anelideos

Autor: Vanessa Camila Borri (todos os textos)

Visitas: 43

0 

Comentários - Vermes Anelideos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios