Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Poriferos

Poriferos

Categoria: Outros
Visitas: 2
Poriferos

Poríferos vem do grego portadores de poros, são animais mais simples do reino animal, onde são conhecidos popularmente como esponjas. Geralmente esponjas do ma, pois a grande maioria dos poríferos são marinhos e uma pequena parte so de 50 espécies é de água doce. As maiorias vivem no marinho.

Os poríferos são assimétricos, ou seja, não é possível cortá-los e deixar em vários pedaços iguais e outros poríferos chegam a ter a simetria do tipo radial ou seja, consegue cortar o eixo corporal desses animal em vários pedaços.Os poríferos são animais acelomados , eles não tem cavidade interna revestida por tecido embrionário chamado de mesoderme.Os poríferos também não são diblasticos e são animais sésseis que ficam fixo na superfície, em uma rocha,pedaço de lata que caiu, no solo.Essas esponjas gostam de se fixar nesses locais como animais sésseis.E um animal que não tem tecido, portanto ele fica no grupo do subreino parazoa enquanto outros animais ficam no outro subgrupo chamado eumetazoa.Os poríferos são animais filtradores, eles filtram a água para obtenção de seus alimentos.

Como vimos o porífero um animal séssil, preso a um substrato, a superfície desse animal é repleta de poros, a água que será filtrada para obtenção de alimentos ela vai entrar pelos poros, vai passar pela cavidade interna do porífero chamado de átrio ou espongiocela e ela vai sair pela abertura principal, que é chamada de osculo(saída de água).O porífero e o único animal que tem sua abertura como uma estrutura exalante por onde expulsa a água.

As células dos poríferos são na parte externa ela é revestida por células que são chamadas de pinacocitos e outra célula que forma os poros do porífero,que são chamadas de porocito. No meio entre a parte externa e interna do porífero existem estruturas chamadas espículas. As espículas são estruturas responsáveis pela sustentação dos poríferos,elas dão sustentação e podem ser calcarias ou silicosas, alem disso elas podem ter uma proteína chamada de espongina.

Amebocitos são células que se locomovem por toda a estrutura do porífero,fazendo a distribuição de nutrientes.A célula mais importante para os poríferos são as que fazem o revestimento interno que são chamadas de coanocitos,que são células flageladas.A digestão dos poríferos é intracelular pois ocorre dentro da célula conócito.
Coanocito é muito importante para os poríferos.


Vanessa Camila Borri

Título: Poriferos

Autor: Vanessa Camila Borri (todos os textos)

Visitas: 2

0 

Comentários - Poriferos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios