Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > De mal a pior!

De mal a pior!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Literatura
Comentários: 2
De mal a pior!

Ainda que me engane, as coisas vão de mal a pior.Em tudo mas principalmente no valor das pessoas, quer sejam novas ou velhas.
O valor de um simples gesto revela a personalidade de alguém e faz com que um mero "bom dia" a ilumine.

Vou ao café e nem o jornal me deixam ler porque acham que não tenho "ar de leitora", nem doutora sou, nem estatuto tenho, para perguntar se posso pegar no jornal. Ainda que seja uma borra-botas, ainda quero saber o que se passa no mundo. Ainda que vá só tomar café e os outros um lanchecinho, por 5 minutos deixam ver o jornal que eu sou rápida.




Ainda que possam fazer pior e que espere quase 20 minutos pelo dito informativo, fica tudo na mesma. Ainda que saia para a rua e o céu esteja com nuvens, espero que o dia ainda faça sol.Ainda. Mas não há e de nada servem pois se o mundo acabasse amanhã, era o apocalipse. Dou por mim a pensar no Pingo Doce. Era parecido mas pior.Já só faltava virar cowboy.

De mal a pior vou eu por este andar. Gosto de observar as pessoas e cada vez que escrevo passo do doce ao amargo, tal qual os meus pensamentos se escurecem. Que não sou assim, passo tudo por um passe-vit mental e estou boa outra vez.
De volta, ao meu registo, isto serve também como desabafo e sigo a minha vida.

Ainda que vá de mal a pior, basta ter um pouco de fé para acreditar que o pior está a passar. Denoto em alguns rostos que passo, o sentido de amar a vida. Sobretudo em procurar soluções em vez de problemas.
Falando em problemas, quando entro em casa, alguém ao meu lado surge com males piores. De mal a pior em tudo. Tudo ainda pode ser esperança mas a porta de casa é a confirmação do inferno em que num minuto passo do silêncio do mal para o turbilhão do pior.

O mal que me espera passa por mim, longe dos meus atos, mas continuo a pensar que seria pior se eu, como pessoa não tivesse valores.


Claudia Oliveira

Título: De mal a pior!

Autor: Claudia Oliveira (todos os textos)

Visitas: 0

602 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAndré

    11-05-2012 às 14:55:35

    Gostei do que escreveu.
    Realmente é verdade, as pessoas cada vez mais são menos optimistas e mal encaradas.
    O que eu não dava para que sempre que sou atendido nalgum tipo de serviço ter sempre um sorriso na cara e um atendimento bem disposto.
    Eu até pagava as contas todo contente.
    Mas pronto são as pessoas que temos que ainda não acordaram e acham que reclamar resolve alguma coisa.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoBruno

    09-05-2012 às 10:28:31

    É bem é bem Claudia... Muito interessante o teu texto. Continua...Uma forma de expressão poética muito porreira.

    ¬ Responder

Comentários - De mal a pior!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios