Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Bons motivos para que as mulheres deixem de fumar

Bons motivos para que as mulheres deixem de fumar

Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 1
Bons motivos para que as mulheres deixem de fumar

Os malefícios do tabagismo começam na estética, na pota de entrada do cigarro que é a boca, os dentes ficam amarelados e manchados, o que já seria suficiente pardeixar de fumar, dar um sorriso para um homem com os dentes amarelados e manchados, mesmo não sendo nada dissso, o outro pode pensar que é falta de higiêne, má escovação, claro que não é. O cigarro pigmenta os dentes de tal forma que mesmo com todos os cuidados na escovação eles tendem a ficar amarelos, os dentes são o cartão de visita de um bom sorriso. A prática do clareamento está muito difundida, tanto que tem até creme dental clareador mas saibam que clareamento dentário, não é pra ser feito tantas vezes seguidas, pois a nicotina escurece e amarela os dentes muito rápido, Outra coisa, falando ainda na boca, são os lábios que com o tempo de fumo, passam a ter uma cor arrouxeada, sem falar no hálito, que para quem não é fumante, detecta a léguas. Esses três motivos serião suficientes mas tem outros que são piores e arrasadores, é sabido que para os homens também é igualmente prejudicial, só que com algumas diferenças. A mulher tem variações de hormônios e sofre com cargas hormonais bem maiores que os homens, que entre as mudanças naturais como na gestação e na menopausa, estão os anticoncepcionais.

Os elementos tóxicos do cigarro, favorem o surgimento das doenças de trombose nas pernas e nos pulmões. É comum o consumo de cigarro aumentar nos fins de semana quando se combina cerveja com cigarro, o que fica mais nocivo para as mulheres, o cigarro faz com que o estômago produza mais ácido gástrico e o alcool também, imagine como ficará o estômago com essa combinação venenosa, em especial para as mulheres, pois foi cientificamente comprovado que o organismo feminino é mais afetado pelos dois.

As mulheres fumantes que usam anticoncepcional, deveriam para o quanto antes, é como um efeito bomba, o risco de um infarto em idade jovem é alarmante, sem falar nas outras doenças prováveis como embolia e tromboses.

Se estiver grávida melhor nem pensar no cigarro, o feto fuma tudo e corre sério risco de nascer com disturbios, doenças respiratórias ou deformidades, para as mulheres fumentes, o ideal seria programa a gravidez e se desintoxicar pelo menos três meses antes de engravidar.

Se não acretida nos danos que o fuma causa nas mulheres e que os poucos motivos citados, sim porque são muito mais; não forem suficientes, para um melhor entendimento, temos o espelho, uma olhada bem detalhada no amigo espelho, deixará bem claro que fumar acelera o envelecimento da pele, nada bom para uma mulher que deve e tem todo o direito de tratar-se para estar linda em todas as fases da vida.


Sílvia Baptista

Título: Bons motivos para que as mulheres deixem de fumar

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 2

806 

Imagem por: Eleaf

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • ligialigia

    18-01-2012 às 18:39:22

    sou morena clara mas depois que passei a fumar duas carteiras de cigarro por dia minha pele ficou muito escura.sera que pode ser do cigarro? por favor alguem pode me ajudar?

    ¬ Responder

Comentários - Bons motivos para que as mulheres deixem de fumar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Imagem por: Eleaf

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios