Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Alcoólatra Um Grave Mal

Alcoólatra Um Grave Mal

Categoria: Saúde
Visitas: 2
Alcoólatra Um Grave Mal

Você sabe como reconhecer quando uma pessoa se torna um dependente da bebida, e que sempre toma uns coles a mais a cada fim de semana? Saiba que não é fácil você saber que uma pessoa é alcoólatra, o que você pode perceber é que sempre a pessoa perde o controle do consumo da bebida, e de acordo com os especialistas nem sempre quem bebe demais é um alcoólatra. Mais saiba que o dependente é aquele que pretende parar em um determinado tanto e não consegue. A compulsão pela bebida é que se torna um sintoma evidente da doença.

Os sintomas de um alcoólatra são quando o alcoólatra começa a deixar as relações profissionais e afetivas, em segundo plano, é quando demora mais tempo para ficar embriagado, e quando começa a se acostumar com o efeito do álcool, além de apresentar alucinações. Porém saiba que o fator genético de incidência de casos com parentes próximos, a depressão ansiedade e problemas familiares são considerados o principio para desencadear a doença. Já é comprovado que o componente genético existe, mas ainda não se pode medir qual é o peso como fator de risco. Porém os especialistas afirmam que ele é menos decisivo do que a personalidade e as influencias do ambiente.

Pesquisas feitas com 200 dependente 170 já tinham ansiedade ou depressão antes de se tornar um alcoólatra. Geralmente essas pessoas procuram no álcool uma forma de sentir prazer ou para relaxar, e o pior é que ele pode se apresentar em qualquer faixa-etária, mas atinge com maiores freqüências jovem entre 20 e 30 anos. O tratamento é definido como uma doença crônica e pode dar origem a outras complicações para o dependente. E os problemas são enormes, considerando não apenas os associados ao alcoolismo, como a depressão. Saiba que a bebida acarreta uma série de transtornos graves como: inflamação crônica no fígado, pancreatite, cirrose, hepatite, gastrite, hipertensão, e problemas no coração e a síndrome de abstinência, pode levar a morte.

O importante é buscar ajuda em terapias ou substância que provocam mal-estar em contato com o álcool, como medicamentos, e homeopatia. Os medicamentos têm dois princípios, um é tirar a vontade de encher o copo, ou eliminar de vez com o prazer de degustar um drinque. Mas o melhor é à força de vontade. O pior é saber viver com uma pessoa que tem esse problema com a bebida. Muitas vezes você que mostrar a pessoa que ele tem esse problema, e geralmente eles recusa a aceitar que é um dependente, e que não precisa de ajuda. Os conflitos que gera, a desordem é grande em um lar, e isso é o que torna ainda mais impossível a convivência. Sabemos que pra a pessoa aceitar é o difícil, porém logo que reconhece ai sim às coisas se tornam mais fáceis, e o tratamento é mais positivo.

Waldiney Melo

Título: Alcoólatra Um Grave Mal

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 2

797 

Comentários - Alcoólatra Um Grave Mal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios