Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Saiba qual o seu grau de celulite

Saiba qual o seu grau de celulite

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Comentários: 1
Saiba qual o seu grau de celulite

Algumas células do nosso organismo têm a função de armazenar energia sob a forma de gordura, destinada a ser utilizada em regime de SOS, por assim dizer. São os adipócitos, situados na hipoderme (camada mais profunda da pele). Por questões de hereditariedade, excessos alimentares (nomeadamente no que respeita a alimentos ricos em lípidos e hidratos de carbono), alterações hormonais e enzimáticas e de sedentarismo, ocorre um transtorno a nível da circulação sanguínea, com a consequente acumulação de líquidos e proteínas nas células adiposas, o que acarreta uma transformação da textura do tecido subcutâneo e, mais tarde, uma irregularidade da superfície da pele (conhecida como aspeto “casca de laranja”). Trata-se da celulite, inimiga declarada das mulheres, que causa desconforto e insatisfação relativamente à imagem corporal.

Podendo estar ou não associada à obesidade, são as coxas, os glúteos, o abdómen, as pernas, a face interna dos joelhos e as partes posterior e lateral dos braços os mais atingidos pela celulite, se bem que, em pessoas mais predispostas, até nos tornozelos ela pode aparecer. Na verdade, este verdadeiro atentado à estética surge em cerca de 95 por cento das mulheres, em grau mais ou menos avançado.

No estádio inicial, dado que só existe acumulação de gordura dentro das células gordurosas sem se verificarem dificuldades circulatórias, a celulite só é visível pressionando a zona afetada. O tratamento consta de reeducação alimentar e prática de exercício físico. Pode esperar-se uma recuperação total.

Já no segundo grau, as modificações na pele são visíveis e palpáveis, mas sem dor. Constata-se um aumento de volume das células adiposas, que conduz a prejuízos circulatórios, pela compressão dos vasos sanguíneos e linfáticos, acumulando toxinas e originando edema. A mesoterapia, os ultrassons e a drenagem linfática, para além de uma alimentação equilibrada e da indispensável atividade física, constituem alternativas de tratamento, passíveis de produzir resultados bastante bons.

Na terceira “categoria”, sobrevêm regiões deprimidas alternadas com outras enrijecidas e surgem nódulos, geralmente dolorosos. É possível que apareçam microvarizes e a pele apresenta-se semelhante à casca da laranja. Sente-se cansaço e peso nas pernas. O tratamento (supra referido) é mais complicado, sendo que a meta é, antes de mais, alcançar o segundo grau, em que a celulite é menos notória. É expectável uma recuperação satisfatória (com melhoras significativas), mas não a erradicação do problema.

Na forma mais grave de celulite, ou grau quatro, a circulação sanguínea encontra-se grandemente comprometida nas zonas mais endurecidas e dolorosas da pele. É mais comum em pessoas que possuem complicações de saúde, como a diabetes e a obesidade, podendo, contudo, ser tratada e minorada, no sentido de melhorar a circulação nessas áreas. Os métodos acima referidos são portadores de melhoria parcial, eventualmente coadjuvados com intervenção cirúrgica.

Do exposto conclui-se que quanto mais cedo se atacar a celulite, mais eficazes serão os resultados. Por outro lado, mesmo nos casos mais avançados, o tratamento é muito importante para que a situação não piore.

Para além do já mencionado, devem banir-se os maus hábitos alimentares (como andar o dia todo sem comer e banquetear-se à noite) e o excesso de sal, e beber muita água, numa perspectiva de eliminar as toxinas decorrentes do metabolismo celular. Na verdade, uma pessoa com maior tendência hereditária para desenvolver celulite, mas que tenha hábitos alimentares cuidados e siga um programa de exercícios, pode ter menos celulite do que outra com menor tendência que não se paute por estas rotinas.


Maria Bijóias

Título: Saiba qual o seu grau de celulite

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

659 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • déboradébora

    31-08-2010 às 10:20:04

    olá, Gostaria de saber como acabar com a celulite...
    Mas sem tratamentos muito caros, existe alguma receita caseira que possa pôr-me a pele firme? porque desde que fui mãe fiquei com mais celulite e a pele muito flácida, apesar de dizerem que não se nota muito, mas eu sinto-me desconfortável com esta situação. o meu peso é 53Kg.

    ¬ Responder

Comentários - Saiba qual o seu grau de celulite

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios