Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > A ansiedade e depressão

A ansiedade e depressão

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
A ansiedade e depressão

A ansiedade é muitas vezes um certo grau de medo em relação a novos desafios ou coisas desconhecidas.

Ter elevados níveis de ansiedade e medo podem desencadear problemas físicos e emocionais, que levam a pessoa a ser incapaz de cumprir horários, metas ou trabalho.
Para algumas pessoas, a ansiedade pode ser exterior, como por exemplo viver numa zona de criminalidade. este facto pode levá-las a ter crises de pãnico e depressão.

Por outro lado a ansiedade desempanha um papel importante em váris problemas de saúde, sendo os sintomas mais comuns as dores de cabeça, dores no peito, no pescoço, e costas. Estas são as mais frequentes embora possa desencadear fortes dores no peito que dão a sensação de crise cardíaca.




O stress pode provocar ataque de pânico, ansiedade aguda, palpitações e transpiração excessiva. As crises de pânico podem aparecer sem aviso, apesar de estarem associadas a determinados acontecimentos desgastantes ou medo de algo.

No que diz respeito à depressão, quase toda a gente a experimenta, ocasionalmente. Porêm, outros têm mais predesposição a ter depressão aguda que inclui sintomas como; perturbações de sono, fadiga, falta de apetite, mal-estar e dores de cabeça. Além disso são acompanhados de sintomas mentais e emocionais como perda de interesse por tudo e de energia.

Quando não é tratada convenientemente, a depressão pode levar ao abandono de tudo e inclusive ao suicídio.

Há várias causas que podem levar à depressão como o desequilíbrio hormonal, factores genéticos, situações desgastantes, morte de pessoas queridas e acumulação de stress, que esgota a seretonima do cérebro.

Tanto a ansiedade como a depressão afectam muita gente e devem ser tratadas com recurso a medicamentos antidepressivos ou outras terapias, no entanto, não basta apenas tomar medicamentos mas fazer um estilo de vida que a previna, ou seja, dormir o número de horas suficientes, fazer uma dieta que alimente o cérebro, praticar exercícios físicos e andar ao ar livre.

Actualmente a depressão é uma doença de grande incidência em pessoas de todas as idades e afecta desde estudantes jovens a pessoas mais velhas e de todas as profissões e classes sociais. O stress da vida diária , o trabalho exaustivo e as preocupações da vida são os responsáveis por este flagelo cada vez mais usual.


Teresa Maria Batista Gil

Título: A ansiedade e depressão

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

625 

Comentários - A ansiedade e depressão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Publicidade
Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso\"Rua
Para todos os tipos de negócios, produtos ou serviços, se pretende obter resultados é fundamental divulgar. Não adianta ficar preso a ideia de que o seu trabalho é bom se ninguém sabe que ele existe. Seria como ter uma biblioteca contendo todo o tipo de informação sobre os mais variados temas no fundo do mar, ou no meio de uma floresta desconhecida. Afinal, o que faria com tanta informação se não tem acesso a ela?

Vamos entender o seguinte; quanto maior o número de pessoas receberem diariamente informação sobre o negócio em questão, maior a possibilidade de retorno, mesmo que seja de 1% ou menos. O mais importante é se fazer presente e não perder o foco, o que significa que, mesmo o retorno parecendo ser relativamente pequeno, sem nenhuma divulgação, seria um fracasso.

Dicas para fazer divulgação:

Primeiro é preciso determinar quais os veículos irá utilizar como ferramenta de marketing, depois, quanto tempo irá empregar nessa tarefa e criar um script (texto) de abordagem e apresentação que seja atraente, porém não muito extenso.

Com a oportunidade que a internet nos dá atualmente, é o meio de divulgação mais rápido, barato e prático que se pode ter, porém, não se empolgue muito. É preciso seguir alguns passos para que de fato dê certo. Usar a internet como mecanismo para divulgar, não é ficar atirando para todos os lados sem seguir uma estratégia que funcione como porta de atração.

Então, comece criando um site ou blog e contrate um serviço de hospedagem, os sites grátis têm extensão do fornecedor, o que pode tirar a característica de algo profissional, mas lembre-se de registrar um domínio, há muitos serviços de hospedagem com preço baixo.

Faça inscrição nas principais redes sociais e atualize todos os dias, é uma ótima ferramenta.
~
Crie anúncios e insira nos sites de classificados, como por exemplo, aqui no Rua Direita, que é grátis e tem grande número de visitações diárias.
Prepare uma campanha de incentivo usando o YouTube, com um vídeo explicativo de no máximo 2 minutos. O mais importante aqui é despertar o interesse para que visitem o site.

Faça uma lista de todos os seus contatos e envie informativo por e-mail, mas cuidado para não praticar spam, ou seja; enviar para quem não conhece ou não lhe autorizou. Telefone para os amigos e familiares e conte as novidades sobre o trabalho com simpatia e entusiasmo. Peça a eles indicação para que possa também falar com os contatos deles e o principal; acredite no sucesso, se empenhe com seriedade e determinação.

Pesquisar mais textos:

*lss Cabelos *

Título:Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso

Autor:*lss Cabelos *(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios