Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Respire melhor sem mofo

Respire melhor sem mofo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 6
Comentários: 6
Respire melhor sem mofo

Para se ter uma boa qualidade de vida, não é só a alimentação, exercício físico, mas sim um conjunto de tudo, até mesmo do ambiente em que mora. Saiba que a limpeza é fundamental para uma vida saudável.

O ar que respiramos pode comprometer a nossa saúde com problemas alérgicos. Nos últimos anos têm sido constantes as mudanças de clima, o que é um dos maiores fatores, que vem vindo a afligir 80% da população mundial. Em sua casa o que é? Você diz meu filho é alérgico e já fez de tudo, mais parece que não adiantou nada, vamos aqui tentar ajudar a explicar uma das razões deste mal que a aflige e a muitos.

Em nossas casas, existem vários agentes alérgicos silenciosos, e um deles é o mofo, ele tem sido um dos maiores problemas respiratório que causa tosse e resfriado e com isso, um consumo cada vez mais, elevado de medicamentos e serviços de saúde.

Há vários quadros clínicos como a asma, rinite alérgica que geralmente ocorrem virtude dos fungos que o mofo produz no aparelho respiratório. Geralmente o fungo do mofo cresce em ambientes fechados como casa, apartamento e etc. e com isso muitas crianças são expostas a estes alérgenos desde o nascimento, não se sabe a partir de que idade se desenvolve a alergia ao mofo, mas estima-se que 40% dos casos de rinite alérgica iniciam-se ainda enquanto somos crianças.

Os principais sintomas da rinite alérgica incluem a coriza, a sensação de coceira no nariz, e nos olhos, espirros, dores de cabeça, congestão nasal e tosse. Esses sintomas costumam ser mais intensos nas estações mais húmidas e quentes do ano, mas alguns fungos apresentam alta prevalência durante o ano inteiro.

Geralmente as crianças que são alérgicas ao mofo, sofrem por desenvolver problemas nas adenoides ou infeção respiratórias recorrentes, como sinusites e otites. Já os sintomas da asma causada por alergia a mofo, parecem ser os mesmos que na asma comum e isso inclui tosse, chiadeira e falta de ar.

Essas são as manifestações que podem se instalar rapidamente ou lentamente. A micose bronca alérgica é uma pneumonia comum, tosse com expetoração, falta de ar, chiadeira, febre baixa, dores no corpo e falta de ânimo. A sinusite fúngica é causada por fungos que é mais comum em áreas de clima quente e úmido, e seus sintomas são geralmente, dor na cara ou na cabeça, congestão nasal, redução olfativa, coriza purulenta, tosse, queimação na garganta, hálito ruim e falta de ânimo.

Para se detetar a alergia a mofo é o exame clinico realizado pelo médico, com um teste cutâneo com alérgenos fúngicos que em pequenas punções na pele para administração de reagentes fúngicos. Existem também, outros exames como o de sangue, radiografias, tomografia, rinoscopia, broncoscopia e etc. estes exames poderão ser solicitado de acordo com a necessidade.

Além das recomendações de seu médico, você pode tomar certas medidas como: Manter a casa limpa e arejada livre do cigarro, consertar vazamento hidráulico se existir, pois isso irá dar aos fungos, o ambiente de proliferação ideal para o seu crescimento. Elimine vegetação densa em torno da casa, como grama, cercas de madeira, terra de planta doméstica, folhas caídas, fezes de passarinho e outros. Mantenha sempre o ambiente livre deste tipo de material. Evite ter em sua casa tapete e sofá de tecido, faça sempre a manutenção em aparelhos de ar-condicionado e ventiladores.


Waldiney Melo

Título: Respire melhor sem mofo

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 6

779 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • maria aparecida de moura serrano

    13-04-2014 às 20:32:21

    gostaria de saber se casa com infiltraçao e mofo piora a sinusite ela ataca mais a noite com a casa fechada nao consigo dormir a noite tenho insonia o que devo fazer pra acabar com falta de sono e sinusite

    ¬ Responder
  • Miron FahielMiron Fahiel

    05-05-2011 às 22:32:42

    Para tirar mofo da parede aplique um copo de água sanitária em dois litros de água e limpe a parede depois para tirar o cheiro forte da água sanitária pulverize com 50 ml de vinagre em 100ml de ´´agua no local.

    ¬ Responder
  • Odete da HoraOdete da Hora

    04-04-2011 às 21:23:21

    Gostaria de saber como eu faço para tirar manchas de mofo na parede da minha casa.

    ¬ Responder
  • celia oliveiracelia oliveira

    26-03-2011 às 12:00:29

    eu quero sbaer o que devo fazer para tirar mancha de mofo, bolor do meu tecido do sofa.
    sou alergica e ta cheio de manchas
    brancas de bolor

    ¬ Responder
  • rosimarrosimar

    24-03-2011 às 15:07:17

    gostaria de saber como tirar o cheiro de fomo do quarto do meu filho as paredes não estão com mofo, mas o quarto esta com cheiro muito forte... ja tirei todos or brimquedos e objetos para limpar mas continua...tinha uma infiltração no forro devido um telha quebrada e quando chovia caia agua pelo ventilado de teto.

    ¬ Responder
  • Nair Barboza LmaNair Barboza Lma

    06-11-2010 às 15:39:32

    Excelente manteria.
    Satisfez totalmente a minhas dúvidas.
    Obrigada

    ¬ Responder

Comentários - Respire melhor sem mofo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios