Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > 5 Principais Sintomas: Como Sei Que Tenho Câncer De Próstata

5 Principais Sintomas: Como Sei Que Tenho Câncer De Próstata

Categoria: Saúde
Visitas: 4
5 Principais Sintomas: Como Sei Que Tenho Câncer De Próstata

Para muitos homens esse é um assunto bastante delicado. Quando falamos em Câncer de Próstata falamos sobre uma doença que aflige muito todos os machões. Na verdade, existem muitos preconceitos que devem ser deixados de lado para que pessoas (homens) sejam salvos.

Antes de tudo devemos saber do que se trata essa doença.
Câncer de Próstata: é um tumor que se aloja justamente na próstata, podendo ser tratado quando é feito um diagnóstico precoce, ou seja, no estágio inicial da doença. Mas, o que é a próstata? É uma glândula que faz parte do sistema reprodutor do homem e que tem importante papel na armazenagem de sêmen.

Sintomas:
Dificuldade ao urinar: Pode ocasionar uma forte ardência ao urinar, isso, devido, a infecção.
Sente que não esvaziou: Devido ao inchaço do tumor, o paciente, ao urinar, terá a sensação de que não esvaziou totalmente a bexiga.

Sangue: Em alguns momentos, ao urinar, o paciente poderá expelir sangue pela uretra podendo sentir dor ou não. Com o passar do tempo esse sintoma ficará mais presente se não estiver fazendo o tratamento corretamente.

Dor nos ossos: O câncer poderá atingir muitos outros lugares do corpo, como os ossos, gerando dor intensa e cansaço no paciente.

Metástatese: Devido à gravidade da doença, vários tecidos do organismo podem ficar comprometidos podendo gerar matástateses que são tumores que se formaram de células cancerígenas que se desprenderam do tumor. Elas costumam apresentar-se nas costas do paciente.

Diagnóstico:
O câncer de próstata pode ser detectado através de exames médicos de dois tipos comuns, toque retal e PSA.

Toque retal: Também chamado de exame físico, é bastante comum e precisa ser levado em consideração, pois, é o que gera pelo menos a dúvida se há ou não o tumor.

PSA: Também chamado de exame laboratorial, é muito utilizado, porém, é menos indicado, pois, não apresenta com exatidão os resultados. O paciente poderá estar com a doença e o exame pode não apresentar o resultado real.

Tratamento:
Dependendo do nível de sintomas e da gravidade da doença o médico poderá indicar o melhor tratamento. Existe tratamento desde o uso de remédios a te a retirada da próstata e um fator que pode ajudar na escolha do tratamento poderá ser a idade.

Portanto, se for homem, se sente alguns desses sintomas, se há casos na família, se for negro, se possui uma alimentação desregrada ou tem mais de 50 anos é melhor procurar um médico para a prevenção.


Gleison Nunes Uchoa

Título: 5 Principais Sintomas: Como Sei Que Tenho Câncer De Próstata

Autor: Gleison Nunes Uchoa (todos os textos)

Visitas: 4

336 

Comentários - 5 Principais Sintomas: Como Sei Que Tenho Câncer De Próstata

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios