Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > O sector empresarial

O sector empresarial

Categoria: Empresariais
Visitas: 2
Comentários: 3
O sector empresarial

Uma empresa é não mais que um conjunto organizado de meios, que pretendem exercer uma actividade particular, pública ou de economia mista, produzindo e oferecendo bens e/ou serviços, de modo a atender a necessidades humanas.

As empresas públicas visam obter rentabilidade social e as privadas visam o lucro.

Os serviços empresariais podem também ser classificados quanto aos objectivos, ao tamanho, à estrutura, ao volume de trabalho interno e à organização.

A nível económico, dependendo do tipo de prestação empresarial, existem três categorias, o sector primário que corresponde à agricultura, o sector secundário que abrange serviços industriais e o sector terciário que abrange o sector dos serviços.

Uma empresa pode ser propriedade de uma pessoa ou de diversas, o que se designa de sociedade. Esta última pode ser constituída de várias formas: por quotas, de responsabilidade limitada, anónima, cooperativa, em comandita…

A maioria das empresas tem como objectivo principal obter lucro e é em função deste que definem um plano estratégico, o qual vai sofrendo ajustamentos, conforme os resultados.

Assim, os serviços empresarias abrangem sectores diversos, dando respostas a todas as imposições que o cliente exige, adaptando-os da forma que for mais conveniente. É que no fundo o cliente é quem manda…


Rua Direita

Título: O sector empresarial

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 2

702 

Imagem por: kevindooley

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • elizia

    19-02-2015 às 22:27:08

    Estou sendo perseguida pela minha supervisora. Chego no horário certo, faço tudo certo, e ela pega demais no meu pé e me faz passar vergonha na frente de meus colegas. O que devo fazer??

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    21-02-2015 às 16:10:55

    Olá,
    Bem, você pode conversar com a dona da empresa ou alguém superior à sua supervisora para colocar a situação e ver o resultado. Caso nada seja feito, você pode mover uma ação contra ela, mas terá que ter provas, testemunhas a seu favor.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Yuri SilvaYuri

    11-07-2014 às 19:52:05

    Fantástico essa visão de setor empresarial. Pode-se verificar que quem sustenta o país são as empresas privadas, pois são elas que geram dinheiro no mercado.

    ¬ Responder

Comentários - O sector empresarial

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: kevindooley

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios