Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Confira algumas dicas para criar um bom currículo

Confira algumas dicas para criar um bom currículo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 2
Comentários: 1
Confira algumas dicas para criar um bom currículo

Quando um recrutador vai analisar um currículo, ele procura por um conjunto de informações essências e cabe a você dispô-las em equilíbrio e sem exageros. Confira algumas dicas que poderão ajudá-lo nisso e aprenda a fazer um bom currículo.

Dica 1

Não faça o currículo com pressa, pois isso acarretará em descuidos que podem trazer malefícios a você. Dedique o tempo necessário, pois não será tempo perdido e valerá a pena.

Dica 2

Antes de enviar seu currículo para alguma vaga, pesquise sobre o perfil da empresa que está oferecendo essa vaga. Assim você saberá o que destacar em seu documento para ser valorizado no primeiro contato com a companhia, que é pelo currículo.

Dica 3

Nunca copie modelos de currículos que existem na web. Você pode utilizar eles para inspirar-se, gerar ideias ou até adotar poucos tópicos, mas procure sempre ser original para não ser considerado “apenas mais um”.

Dica 4

Sempre coloque suas informações de contato em local de destaque. Por exemplo, no centro do currículo e nas primeiras linhas do documento. Basicamente, deve conter o nome completo da pessoa, telefone fixo, celular e e-mail. Nunca deixe suas informações desatualizadas, principalmente as de contato. Não coloque 2 ou mais telefones fixos ou celulares, pois o mínimo que os recrutadores esperam e o discernimento dos candidatos de decidirem qual telefone fixo ou celular irão utilizar.

Dica 5

Se você está procurando vaga de emprego para duas áreas distintas, faça um currículo para cada. Você pode colocar informações extras em cada um de seus currículos (se for o caso), como por exemplo: hobbies, trabalhos voluntários, atividades extracurriculares. Isso pode falar mais de você para os recrutadores e eles desejam saber sobre como você é pessoalmente, não só como profissional.

Dica 6

Seja sempre claro e objetivo em suas informações sobre seu currículo e seu potencial. Nunca tente mentir ou omitir informações relevantes, pois quando descobertas poderão trazer vários malefícios a você mesmo.

Dica 7

Procure escrever corretamente o português em seu currículo e de maneira informal. Sempre revise as informações, contato, acentuação e gramática. Peça para outra pessoa revisar também. Sem dúvida a atualização e a atenção com esses dados são indispensáveis.

Dica 8

Coloque apenas as informações realmente necessárias em seu currículo. Cursos técnicos, superiores, experiência profissional e estágios são bem vindos. Cursos de idiomas, informática e profissionalizantes também. Dispense colocar informações sobre seu curso de violão ou piano quando tinha 12 anos. Isso demonstrará que você não tem nada mais importante para colocar ou que não tem bom senso.

Dica 9

Algumas informações que são essenciais em seu currículo: Contato; Detalhes sobre você (nome completo, nascimento, cidade onde reside, estado civil e se tem filhos); Experiências profissionais com as atividades desenvolvidas e o período; Formação acadêmica com apenas detalhes relevantes; Atividades extracurriculares como participação em eventos, palestras, cursos; Conhecimentos em Idiomas e outras informações realmente necessárias.

Dica 10

O visual não é o essencial, mas vale a pena dedicar um pouco nisso. Sempre entregue o documento original e não o xerox. Se houver a necessidade de editar não rasure o documento, edite o arquivo e imprima novamente. E lembre-se, nunca exagere, pois o equilíbrio faz a diferença.


Lucas Souza

Título: Confira algumas dicas para criar um bom currículo

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 2

639 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Daiany Nascimento

    18-09-2012 às 12:53:02

    Olá autor do ruadireita.com, este seu texto contém dicas importantes para todas as pessoas que desejam arrumar um bom emprego. Concordo com o que você expos, quando um recrutador vai analisar um currículo, ele procura por um conjunto de informações essências e cabe ao interessado na vaga disponibilizá-las em equilíbrio e sem exageros. O que muitas pessoas acabam fazendo é produzir um currículo na pressa ou esquecem que cada vaga necessita de um currículo específico.

    ¬ Responder

Comentários - Confira algumas dicas para criar um bom currículo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios