Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Segurança > Iluminação de segurança – uma boa aposta

Iluminação de segurança – uma boa aposta

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Segurança
Visitas: 4
Comentários: 1
Iluminação de segurança – uma boa aposta

Uma boa iluminação pode conferir segurança a vários níveis. Não se trata apenas de desencorajar assaltantes, que, vá-se lá saber porquê, não gostam de “trabalhar” com muita luz, mas também de prever situações de necessidade de evacuação de determinados locais, sob as mais diversas motivações.

Um bom “espanta-ladrões” pode ser um projetor montado acima da porta da garagem, equipado com um detetor de movimento. Por outro lado, se houver, por exemplo, duas lâmpadas a iluminar a porta de entrada, caso se funda uma, não se imerge na escuridão, porque se tem a outra. Para além disso, existe uma propagação mais ampla da luz.

Se a habitação tiver jardim ou piscina, é de toda a conveniência instalar um circuito de iluminação nesses espaços, cobrindo (ou, neste caso, descobrindo) sobretudo as zonas mais recônditas.

A iluminação de segurança em sítios públicos deve facultar a sua desocupação fácil, rápida e segura, na eventualidade de avaria da iluminação normal, bem como a execução das necessárias manobras de segurança e a hipotética intervenção de meios de socorro. A iluminação de segurança, neste contexto, engloba a iluminação de segurança (relacionada com a evacuação) e a iluminação de ambiente (destinada a evitar o pânico e a permitir que as pessoas se dirijam, com segurança, para as saídas). Esta última deve encontrar-se ligada enquanto se verificar a presença de público e possibilitar boa visibilidade.

Já em casa, a opção por night-lights tornará os corredores mais seguros, tanto para crianças como para idosos. Nas escadas, há que aumentar os níveis de iluminação dos degraus, pois é neles que se dão aparatosas quedas, que incrementam bastante as estatísticas de acidentes domésticos. Uma lâmpada refletora, em vez de uma incandescente, faz mais visível cada passo, a subir ou a descer.

No que concerne à iluminação de emergência, a função consta de iluminar os lugares escuros de passagem (horizontais e verticais), incluindo zonas de trabalho e áreas técnicas de controlo de restabelecimento de serviços essenciais e normais, num quadro de ausência de iluminação regular. A intensidade desta iluminação deverá ser suficiente para evitar incidentes e assegurar a retirada dos indivíduos, tendo, igualmente, em consideração a possível penetração de fumo nessas áreas. Deve, em acréscimo, proporcionar o controlo visual das zonas abandonadas, com o propósito de localizar pessoas com dificuldade ou incapacidade de locomoção. Adicionalmente, as rotas de fuga utilizáveis no momento do abandono têm de estar inconfundivelmente sinalizadas. Manter a segurança patrimonial facilita a localização, pelo pessoal de intervenção, de estranhos nas áreas de segurança.

O tempo de funcionamento do sistema de iluminação de emergência tem de garantir a segurança pessoal e patrimonial de todas as pessoas na área, até à recuperação da iluminação habitual, ou até que outras medidas de segurança sejam tomadas. Perante uma evacuação total do edifício, o tempo da iluminação deve incluir, além do tempo previsto para a saída, o tempo de que o pessoal de intervenção e de segurança necessita para localizar pessoas perdidas ou para finalizar o resgate, em situações de incêndio.

De salientar que devem ser respeitadas as limitações da visão humana, tendo como base as condições fisiológicas da visão diurna e nocturna e o período de adaptação a cada estado. Mais: as baterias da central de iluminação de emergência não podem ser empregues na alimentação de quaisquer outros circuitos ou equipamentos, sob pena de comprometer a autonomia da iluminação de emergência, cujo cálculo do tempo é limitado aos procedimentos previstos.


Maria Bijóias

Título: Iluminação de segurança – uma boa aposta

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 4

698 

Imagem por: keepitsurreal

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    29-05-2014 às 06:28:01

    Realmente, um lugar iluminado faz toda a diferença. Além de espantar pessoas perigosas, ela deixa o tráfego mais aberto. A escuridão causa medo e insegurança.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Iluminação de segurança – uma boa aposta

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Imagem por: keepitsurreal

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios