Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Ferramentas > Afiação de ferramentas e serras

Afiação de ferramentas e serras

Categoria: Ferramentas
Visitas: 10
Comentários: 2
Afiação de ferramentas e serras

Muitos dos trabalhos que executamos, precisamos fazer uso de ferramentas, se fossemos listar todas as ferramentas que usamos diáriamente começaria pela faca de cozinha, sei que é um utensílio doméstico mas, imagine uma faca cega; é horrível querer cortar uma carne e ao invés da carne cortar os dedos, sem dizer a força que se emprega para o corte. Pois é, quem já passou por isso sabe bem como é. Imagine isso acontecer com ferramentas e serras, ao tentar cortar um piso, lá está uma máquina que não corta, vai usar a serra e nada de corte, é o suficiente para atrasar e irritar qualquer um.

Na execução de um trabalho que requer o uso de serras e ferramentas, é imprescindível estar com a afiação em dia, melhor dizendo; antes de executar qualquer trabalho é preciso testar o equipamento.

Manter uma ferramenta afiada e lubrificada aumenta a durabilidade, uma vez que quando a ferramenta está funcionando conforme o esperado, não há necessidade de empregar força mais que o necessário, acreditando-se que com isso irá compensar o pouco corte que a ferramenta dispõe.

Algumas ferramentas são consideradas como ferramentas de cortes especiais como por exemplo as brocas de metal duro, as brocas e brochas helicoidais, a reafiação é usada também na recuperação de ferramentas.

Ferramentas e serras sofrem desgastes com o tempo de utilização, se não estiverem devidamente afiadas, sofrem deformações, trincas e aquecimentos. Para cada ferramenta e serra tem um tipo de rebolo usado em cada máquina afiadora. A afiação de ferramentas e serras devem ser realizadas periódicamente, as ferramentas e serras das grandes indústrias são afiadas dentro da própria indústria em um setor exclusivo para afiação. No setor industrial, a afiação faz parte do controle de segurança no trabalho, já que uma ferramenta cega pode causar acidentes, além de trincar.

O amigo leitor talvez esteja pensando: Todo mundo sabe que para fazer uso de serras ou ferramentas, se não estiverem afiadas, não há como executar o trabalho.

Sim, é evidente que o desempenho de uma serra ou uma ferramenta cega é péssimo além de causar danos, até mesmo os que eventualmente usam tais ferramentas deveriam saber disso mas, falar em afiação é mais que falar algo que se sabe é, sem nenhuma pretensão de ensino, abordar um tema que muitas das vezes, só lembramos de fazer a afiação no momento do uso e, pode acontecer que ao emprestar a um amigo, a ferramenta volte sem corte, por tanto, lembrar de verificar a afiação nunca é demais.


Sílvia Baptista

Título: Afiação de ferramentas e serras

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 10

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoEu Mesmo

    05-04-2013 às 19:16:25

    Essa "Faca 'S'ega" no seu texto doeu a vista e ofendeu o português colega! Arruma isso que não tá legal!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    02-05-2014 às 21:43:05

    A Rua Direita agradece a observação e afirma que já foi corrigido no texto. Obrigada!

    ¬ Responder

Comentários - Afiação de ferramentas e serras

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios