Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O espaço de cada pessoa

O espaço de cada pessoa

Categoria: Outros
O espaço de cada pessoa

Um quarto podia definir-se como “a casa de dormir”. Será talvez porque se trata de uma elementar necessidade, o que não falta por aí são placas a anunciar o aluguer de quartos.

Efectivamente, quando alguém se encontra deslocado, como é o caso de tantos professores, ter um espaço para reclinar a cabeça e repousar das labutas e preocupações significa muito.

Acaba por constituir um espaço próprio, onde, embora o sono possa ter ido à vida dele e não faça menção de regressar tão cedo, sempre se podem remoer os mais puros ressentimentos nutridos pela Ministra da Educação e planear novas greves e formas de luta, numa dinâmica que afaste os pesadelos nos entrementes do descanso e, já agora, previna realidades que se podem afigurar ainda piores.

Para algumas pessoas, porém, o quarto não representa somente o local onde se dorme. Encerra toda uma série de outras funções, desde refeitório, compartimento de estudo, sala de convívio, e até lixeira.

Pelo menos é a ideia que dá quando se entra em certos quartos… Ninho de ratos é a definição mais próxima deste cenário assustador.

Ter um quarto só seu é a exigência de qualquer adolescente. Deseja-se sonhar, escrever, ler, divagar e até chorar com um mínimo de privacidade.

Contudo, e nas famílias com mais de um filho, pode não ser possível dar cumprimento a esta ambição.

Os irmãos, geralmente mais novos, que vivem noutra dimensão e se regem por objectivos e propósitos totalmente distintos, são eleitos, não raras vezes, como empecilhos a expulsar.

Então eles vieram depois e têm os mesmos direitos? Nestes casos, aconselha-se a não fixar um alvo atrás da porta e, sobretudo, a não deixar as setas à vista…


Rua Direita

Título: O espaço de cada pessoa

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

801 

Imagem por: hottholler

Comentários - O espaço de cada pessoa

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: hottholler

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios