Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > As reformas de Marquês de Pombal

As reformas de Marquês de Pombal

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 101
Comentários: 4
As reformas de Marquês de Pombal

Marquês de Pombal ficou célebre, na História de Portugal, em virtude das inúmeras reformas que implementou, especialmente no âmbito do ensino.

Foi no reinado de D.José I, que o Marquês de pombal, sendo um estrangeirado, defendeu algumas ideias iluministas, implementando a partir delas, profundas reformas.

De entre as mais célebres, para a época, destacam-se: em 1759, expulsou os Jesuitas e retirou poderes ao Santo ofício;

-Iniciou uma reforma que contemplou todos os graus de ensino e que consistiu, básicamente na criação de escolas Menores, onde se ensinava a ler, escrever, contar, o catecismo e regras de boa educação, onde se aprendia o Grego, o Latim, o Hebreu e a Retórica;

-proibiu os manuais de ensino dos Jesuítas;

-fundou o Real Colégio dos Nobres, para educar os filhos da nobreza, com o objetivo de os preparar para exercerem as funções administrativas e diplomáticas,

-extinguiu a universidade de èvora, controlada pelos Jesuítas, e reformou a Universidade de Coimbra, elaborando novos estatutos, e criando novas cadeiras, como a Matemática, a Filosofia e as Ciências da Natureza;

-dotou esta universidade de laboratórios de física e química e de um observatório astronómico e teatro anatómico, onde se faziam dissecação de cadáveres.

Estas novas estruturas permitiram modernizar muito os métodos de ensino, em especial os que recorriam à experimentação de laboratório.

As reformas, protoganizadas pelo Marquês de Pombal, constituíram uma renovação pedagógica fundamental, na laicização do ensino. Isto significa que este deixou de estar nas ãos e sob influência da Igreja.

De entre o espírito iluminista, destacou-se ainda a criação da Casa Pia de lisboa, em 1780, por iniciativa de Pina Manique.

Esta instituição, assumiu desde logo, um importante papel no ensino, bem como na assistência de jovens desprotegidos.

Além disso, nesta mesa época, a Universidade de Évora, que era exclusivo da Companhia de Jesus, foi extinto, quando da sua expulsão.

A obra de Luís antónio Verney, da biblioteca Nacional de Lisboa, chamada "o Verdadeiro Método de Estudar", constituíu uma denúncia do anterior ensino, e exerceu grande influência na reforma pombalina do ensino.

A grande mudança em Portugal, foi neste período, do Marquês, a do ensino laico, e acessível a todos.

Tudo isto, provocou mudanças profundas na sociedade de então, assim como na cultura e uma nova política, a do Estado.


Teresa Maria Batista Gil

Título: As reformas de Marquês de Pombal

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 101

791 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Kizua UriasKizua

    28-07-2014 às 15:30:03

    Adorei o conteúdo desse texto sobre as reformas de Marquês de Pombal. Muito obrigado!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAntónio

    09-12-2013 às 17:22:22

    Gostei, tem muita coisa que as pessoas não sabem e que poderiam saber. De minha parte gostei.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoines

    09-12-2013 às 16:59:24

    esta muito bom

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    18-09-2012 às 10:26:38

    Após o terramoto de 1755 que provocou a destruição de Lisboa o marquês de Pombal procedeu à sua reconstrução. Assim, mandou edificar os seus edifícios, sobre estacas, nalgumas zonas e ruas da capital.Além da reconstrução de Lisboa o marquês de Pombal fez reformas importantes em muitas áreas, nomeadamente no ensino , na política e religião.Foi ele que mandou expulsar os Jesuítas que tinham o cargo de ensinar.

    ¬ Responder

Comentários - As reformas de Marquês de Pombal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios