Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > VIDA QUOTIDIANA. TRANSPORTE COLETIVO

VIDA QUOTIDIANA. TRANSPORTE COLETIVO

Categoria: Outros
VIDA QUOTIDIANA. TRANSPORTE COLETIVO

O artigo Vida Quotidiana, transporte coletivo é o primeiro dos artigos da sequência vida quotidiana que estarei a publicar. E a razão é única. Na última semana se desencadeou por todo o Brasil uma sequência de protestos, aos quais inúmeros foram relacionados com o transporte público atual no Brasil.

E relevantemente é um tema que tem tudo a ver com o quotidiano dos brasileiros. Inúmeras pessoas dependem da utilização do transporte publico no Brasil, o que por anos desencadeou diversos monopólios de empresas no setor e um descaso com a população que o utiliza.

Hoje o Brasil convive com o caos no setor de transporte publico, alavancado pelo transporte rodoviário que tem a dianteira na utilização outros setores como o metroviário também enfrentam dificuldades no atendimento a população.
Tendo início no dia 14 de junho de 2013 em São Paulo a população se cansou e estiveram as ruas em protesto aos autos valores e precariedade no atendimento oferecido pelo transporte público. Visando o período da Copa das Confederações que ocorre no Brasil a população se utiliza da visibilidade do Brasil ao mundo para apresentar suas realidades.
Vamos então a definição do que seria o transporte público no Brasil hoje.

Como definição da Wikipédia Transporte público ou transporte coletivo designa um meio de transporte no qual os passageiros não são proprietários deles, e são servidos por terceiros. Os serviços de transporte público podem ser fornecidos tanto por empresas públicas como privadas. E não tendo sido mensionado que devem nos oferecer um serviço com pontualidade, conforto e qualidade.

Mais o transporte que conhecemos hoje está longe do definido na wikipedia, pois o que vemos hoje é um transporte oferecido a população com muita precariedade, auto custo, sem conforto e nenhuma qualidade. Deslocar-se utilizando-se do transporte público se tornou um tormento aos brasileiros, tendo de enfrentar frotas sucatiadas que muitas vezes estão superlotadas e não nos oferece um deslocamento confortavél.

Sair para o trabalho ou retornar para casa após o expediente tornou-se desconfortável aos brasileiros que enfrentam filas intermináveis em estações rodoviárias, e em diversos locais nas capitais brasileiras, o transporte coletivo tem gerado ao brasileiro extremo nível de estress que tem provocado à sociedade revolta como as identificadas atualmente durante os constantes protestos ocorridos nas capitais brasileiras.

A realidade em que o transporte público se encontra não é novidade para nenhum brasileiro e em meio à campanhas governamentais para utilização do transporte público para diminuir o trafégo de veiculos de passeios nas vias para diminuição de congestionamentos vai em desencontro aos investimentos pequenos que tem sido feito para que o transporte público melhore.

A utilização do transporte público é feito exclusivamente por grande parte da população brasileira que não possui veiculo particular, sendo obrigada a enfrentar este desconforto oferecido por empresas privadas que se irriquessem as custas do sofrimento da população brasileira.

Investir no transporte público é uma realidade que precisa ser feita pelo governo do Brasil, pois é um ivestimento que irá gerar um bem muito maior do que reformas milhonárias feitas em estádios para a Copo do Mundo.

O Brasil não precisa de conforto momentaneo que será oferecido somente durante um período de evento internacional, o Brasil precisa de mudanças que realmente oferençam conforto e qualidade a sociedade brasileira, um bem que seja feito para os brasileiros.

.


Rodrigo Junio Ferreira

Título: VIDA QUOTIDIANA. TRANSPORTE COLETIVO

Autor: Rodrigo Junio Ferreira (todos os textos)

Visitas: 0

807 

Comentários - VIDA QUOTIDIANA. TRANSPORTE COLETIVO

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios