Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Motas > Moto 4 – A pura adrenalina em quatro rodas

Moto 4 – A pura adrenalina em quatro rodas

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Motas
Visitas: 16
Comentários: 3
Moto 4 – A pura adrenalina em quatro rodas

Tem stress acumulado, precisa de exercício, quer uma aventura ou puro e simplesmente soltar a adrenalina guardada há em muito dentro de si? Existe a solução ideal.

O nome diz tudo e só quem ainda não andou é que não faz a mais pequena ideia do que está a perder. Moto 4! Acha que não gosta? Depois da apresentação que se segue, aposto que não só vai quer experimentar como vai querer comprar uma para si.

As moto 4 podem ser para qualquer amante de motores. Para passeio ou para mato, estas motas de quatro rodas viciam e marcam a vida de quem as experimenta. Se é um apreciador de passeios calmos mas divertidos, opte por uma moto mais calma a quatro tempos (Admissão/Compressão e Escape/Exaustão – 2 explosões por volta), no entanto se é amante de desportos mais radicais e ama a velocidade, opte por uma a dois tempos (Admissão/Compressão e Escape/Exaustão – 1 explosão por volta) e vai ver as emoções que viverá nestas tão particulares 4 rodas. Se quiser comprar uma moto deixamos-lhe duas indicações. Os motores a dois tempos gastam mais mas são mais potentes, e os motores a quatro tempos gastam menos mas são mais calmos.

Mas não precisa comprar uma moto para experimentar estas tão formidáveis sensações. Existem já locais específicos onde poderá alugar uma moto 4 e fazer passeios bastante interessantes. Leve companhia e troquem a meio do caminho. Vai ver que a experiência é única. Se quiser dar um passeio á beira-mar com a moto, informamos que não o poderá fazer pois as dunas são locais protegidos e os donos da mota não irão gostar de saber que andou a molhá-la com água salgada.

Se antes de experimentar quer espreitar, pesquise na internet sobre pequenas provas de moto 4 e vá ver com os seus próprios olhos. Vai ver que no fim vai ficar com vontade de participar e ganhar a taça.

São várias as organizações (mesmo não apoiadas pela Federação) que juntam grupos para passeios bastante interessantes, mas se a sua vontade é aliviar o stress acumulado pela vida do dia a dia, experimente “desbravar mato”, como é dito na gíria dos aficionados dos Todo-o-Terreno.

Se sabe andar de moto de duas rodas, vai sentir-se no seu a dominar uma destas motas. Opte por um dia pouco seco. No mato o pó torna-se um transtorno para quem anda de moto e pode inclusive ser perigoso devido à falta de visibilidade.

Uma destas motos nova pode ter o valor de um carro, pelo que se está a pensar comprar uma, pesquise e veja o investimento que pode na realidade fazer, mas nunca, em caso algum deixe de experimentar partir á aventura com a adrenalina ao máximo com estes “brinquedos” tão fantásticos.


Carla Horta

Título: Moto 4 – A pura adrenalina em quatro rodas

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 16

802 

Imagem por: William Hook

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Arlindo Pinto

    02-05-2013 às 10:36:46

    Gostava muito de experimentar!

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    17-09-2012 às 15:20:24

    Andar de moto 4 transmite uma das mais puras e pujantes sensações de liberdade que já senti. Concordo completamente consigo quando sugere um passeio de moto 4 para aliviar o stress que todos, em maior ou menor grau, temos acumulado em virtude de estarmos inseridos numa sociedade tão frenética. É um passatempo destinado inteiramente ao nosso bem-estar interior, não substituindo, como desporto, o andar de bicicleta ou o jogging. Mas que divertido que é!

    ¬ Responder
  • yarayara

    03-04-2011 às 22:56:31

    oi iso nao é moto sim ou nao fala por favo

    ¬ Responder

Comentários - Moto 4 – A pura adrenalina em quatro rodas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: William Hook

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios