Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Porto Alegre: Capital Gaúcha do Rio Grande Do Sul

Porto Alegre: Capital Gaúcha do Rio Grande Do Sul

Categoria: Viagens
Porto Alegre: Capital Gaúcha do Rio Grande Do Sul

Cultura, Eventos E Múltiplas Experiências



Formada por uma mistura de culturas europeias, em especial portugueses, italianos, alemães e africanos, e o viés indígena dos guaranis, Porto Alegre está na região de extensas planícies que dominam a paisagem do sul do Brasil, parte da Argentina e do Uruguai. É este o cenário dos Pampas, de tradição pastoril, onde nasceu o gaúcho, figura histórica e lendária a quem são atribuídas qualidades de bravura e espírito guerreiro de batalhas, revoltas e guerras que empreendeu ao longo da história, tanto em defesa do território contra os interesses espanhóis como na luta pela Independência da República Rio-grandense do Império do Brasil, no início do século XIX.

Porto Alegre é o polo de preservação e irradiação dessa história, do folclore, dos hábitos e crenças dos gaúchos. E faz isso de um jeito peculiar, que dá valor às tradições sem perder o dinamismo e a sintonia com a modernidade própria de um centro cosmopolita.

Porto Alegre é sinônimo de outro Brasil, que se diferencia dos conhecidos destinos tropicais de sol e mar não só pela paisagem, mas porque faz da cultura a sua especialidade. Essa diferença se expressa da música à poesia, da literatura às artes plásticas e visuais, da arquitetura aos hábitos e modo de vida de sua gente.

Saiba mais sobre Porto Alegre:


- 4° destino mais visitado no Brasil por estrangeiros em viagens de negócios, eventos e convenções;
- Um dos dez destinos que mais recebem eventos internacionais;
- Sede de eventos como o Fórum Social Mundial, entre 2001 e 2005, o Fórum Internacional de Software Livre, o Fórum Mundial de Turismo e da Conferência Mundial sobre Desenvolvimento de Cidades;
- Cidade Verde: cerca de 1,3 milhão de árvores em vias públicas, 608 praças, 9 parques e 3 unidades de conservação, além de 72 quilômetros de orla fluvial;
- Porto Alegre em coleta seletiva de lixo em 100% dos seus bairros;
- Possui as 4 estações: 1 – Inverno de junho a setembro; 2 – Verão de dezembro a março; 3 – Outono de abril a junho e 4 – Primavera de setembro a dezembro.

Curiosidades interessantes:
(Fonte: Wikipédia)


- Possui mais de 80 prêmios e títulos que a distinguem como uma das melhores capitais brasileiras para morar, trabalhar, fazer negócios, estudar e se divertir;
- Foi destacada pela ONU como a Metrópole nº1 em qualidade de vida do Brasil por três vezes;
- Porto Alegre é uma das cidades mais arborizadas e alfabetizadas do país.


Vicente Silva

Título: Porto Alegre: Capital Gaúcha do Rio Grande Do Sul

Autor: Vicente Silva (todos os textos)

Visitas: 0

487 

Comentários - Porto Alegre: Capital Gaúcha do Rio Grande Do Sul

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios