Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Irão - um país em conflito

Irão - um país em conflito

Categoria: Viagens
Visitas: 4
Comentários: 2
Irão - um país em conflito

O Irão, anteriormente denominado de Pérsia, sempre foi um território imerso em grandes conflitos internos e externos – devido à importância da sua localização geográfica.

Com a revolução Islâmica de 1979, promovida pelo Ayatolah Khomeini o país passou a designar-se por República Islâmica do Irão, e desde então todos os aspectos – políticos, económicos e sociais - da República passaram a ter que estar de acordo com o Islão.

Actualmente, e mais uma vez, vivem-se dias conturbados no Irão. Nas últimas eleições os resultados foram muitos próximos e os apoiantes do candidato da Oposição saíram à rua exigindo a recontagem dos votos com o argumento de ter havido fraude eleitoral. Em resposta, o Governo proibiu as manifestações e fez uso da força policial para calar os manifestantes. No entanto, as manifestações continuaram e os resultados foram algumas dezenas de mortes, tendo havido inclusive um massacre numa das universidades da capital – um grupo de apoiantes do Governo terá entrado à força num dormitório da Universidade e massacrado vários estudantes que supostamente eram contra o regime. O governo proibiu igualmente filmagens das acções de rua e bloqueou a internet de modo a impedir a propagação das notícias e encobrir todos os acontecimentos.

Obviamente com a toda a tecnologia e meios de comunicação existentes actualmente torna-se impossível esconder algo com estas dimensões. Trata-se de um Governo que “vive no passado” e que tenta a todo o custo obrigar toda uma sociedade a que também ela “viva no passado”. No Irão, como em quase todas as partes do mundo, os jovens têm acesso a tudo através da internet – podem ouvir e ver as suas bandas preferidas, ver filmes, seguir as notícias de outras partes do mundo em directo, ver e ouvir outros pontos de vista – e de dentro das suas salas e dos seus quartos começam a olhar para a sua própria sociedade e para a realidade que vivem com outros olhos. Os jovens iranianos anseiam por liberdade e por mudança e por isso é de prever que este país vá continuar a viver dias complicados.

A tudo isto junta-se uma política externa bastante agressiva e a obsessão pelo nuclear.

E assim se vive num país chamado Irão – “um barril de pólvora prestes a explodir”.



Carlos Vieira

Título: Irão - um país em conflito

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 4

654 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    20-04-2014 às 17:52:19

    Muito esclarecedor seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder
  • joedejoede

    30-09-2010 às 19:54:54

    o pais do IRAN, é verdadeiramente cheio
    de conflito;principalmente em relaçao a essas
    pesquisas e investimentos em BOMBAS NUCLEARES!!!

    ¬ Responder

Comentários - Irão - um país em conflito

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios