Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Seguros > Ponha a sua vida no seguro!

Ponha a sua vida no seguro!

Categoria: Seguros
Comentários: 1
Ponha a sua vida no seguro!

Nos tempos que se vivem, de profunda instabilidade, alterações consideráveis na ordem pública, em termos do que se concebia como paz social, degradação económica, proliferação de doenças e tantas outras volubilidades, há cada vez mais pessoas a desejarem acautelar alguma eventualidade através de um seguro de vida. Se um indivíduo faz um seguro para o carro, para a casa, para um estabelecimento comercial, para as jóias, por que não incluir-se na “matéria” a segurar? Afinal, ele é quem se “paga” duramente com o próprio trabalho, certo? Para além de que integra, a par da família, a mais preciosa colecção de riquezas, sem preço nem reposição possível!
Assim sendo, e por precaução (esperando que nunca seja necessário reivindicar o montante aplicado no acordo), o objectivo é reunir condições para resolver algum problema ou imprevisto com tranquilidade e sem comprometer as finanças dos vários anos subsequentes. Dizem as estatísticas que, ante a perda do arrimo financeiro do lar, a reestruturação demora, em média, sessenta meses, isto é, cinco anos, podendo, em alguns casos, a retoma tardar bastante mais. Naturalmente que não se trata somente do desgaste monetário, embora este seja o mais evidente desde os primeiros momentos.

Apesar de as Seguradoras serem obrigadas, por lei, a atender os seus associados em quaisquer circunstâncias, algumas delas lançam mão de tudo o que está ao seu alcance para dificultar as coisas, provavelmente na esperança de que o tomador desista. Tal postura revela uma total ausência de seriedade e de ética, manifestando, inclusive, uma inaceitável falta de respeito perante a desventura alheia. Efectivamente, um seguro só é activado quando algo de funesto acontece.

O melhor, quando se pretende fazer um seguro, é estudar um pouco as ofertas versus cláusulas, inteirar-se do profissionalismo e probidade de cada instituição. Há sempre quem fale da sua experiência pessoal com esta ou aquela entidade, pelo que será aconselhável ficar alerta, para não se “embarcar” num seguro esclerosado, que morre sem cumprir o propósito para que foi criado. Não obstante a objectividade dos codicilos, a explicação aparenta, muitas vezes, ser subjectiva e não coincidir com aquilo que foi publicitado e esclarecido na altura em que o contrato foi firmado. Portanto, é bom averiguar a que tipo de garantias se agarra, não vá acontecer ficar seguro por um arame, como se verifica com algumas viaturas ao serviço das forças policiais, em que só este expediente impede o condutor do automóvel de sair disparado ao mais pequeno solavanco…

Maria Bijóias

Título: Ponha a sua vida no seguro!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

613 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    29-05-2014 às 17:29:47

    Sabemos que um seguro de vida é bom, mas nem todos estão dispostos a pagar o valor ofertado. Mas, sempre é excelente ter um seguro!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Ponha a sua vida no seguro!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Ler próximo texto...

Tema: Segurança
Raio Mata Três Pessoas No Brasil\"Rua
No dia 07 de novembro de 2014, três pessoas acabaram morrendo em decorrência de raios após as vítimas serem socorridas, mesmo depois de bastante tempo tentando reanimá-las.

Os três homens deram entrada no hospital com parada cardiorrespiratória e com muitas queimaduras. Esse incidente aconteceu na zona leste de São Paulo, as vitimas trabalhavam com ferro velho.

O Brasil é o país onde os raios estão mais presentes no mundo. São mais de 50 milhões de raios por ano. Esses raios atingem mais pessoas na zona rural, porém nas áreas urbanas ocorrem também só que com menos frequência.

Há pessoas que falam que raios não ocorrem duas vezes no mesmo lugar, mas isso é improvável, eles ocorrem sim! Tanto que nos últimos séculos, as tempestades aumentaram 90% por causa do aquecimento do planeta devido ao asfalto, que é uma das formas de poluição.

Alguns cuidados, nesses momentos, são importantes como: não ficar em área aberta, não usar o telefone e se vir uma tempestade, então permaneça no carro.

Os raios ocorrem no Brasil porque é um país tropical e de muito calor, por isso está em primeiro lugar em queda de raios. Nesse mesmo ano de 2014, um rapaz morreu usando o computador. Ele recebeu a eletricidade no momento em que o raio caiu na antena.

O estado de São Paulo lidera em quedas de raios. Um raio dura em média 1 segundo, e a queda de raios acontece por uma descarga elétrica que produz nuvens de chuva. Os relâmpagos ocorrem entre as nuvens e os raios pelo solo.

Algumas regiões tem tendência de cair mais raios, a descarga é visível a olho nu e é um fenômeno que produz um clarão. As mortes mais frequente são nas áreas urbanas, por isso não é seguro se proteger em baixo de árvores.

Pesquisar mais textos:

Gislene Santos Sousa

Título:Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Autor:Gislene Santos Sousa(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios