Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Igreja de S. Roque

Igreja de S. Roque

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
Visitas: 2
Igreja de S. Roque

A igreja de S. Roque foi construída pelos Jesuítas, na época de D.João V.Os jesuitas tinham uma importãncia muito grande neste período, porque eram os detentores do ensino e evangelizavam os povos.

A construção de igrejas e templos, deve-se a eles, e refletiam a cultura e religião, nesse tempo.

Esta igreja, é diferente da maioria das outras, pois tem um enorme espaço no seu interior, bem como um enorme e lindíssimo teto, que foi terminado na Idade Moderna.

Por ter uma sala enorme no seu interior, foi designada de igreja-salão e serviu demodelo a outras no género, construídas na mesma altura.

Esta igreja tem a particularidade de não ter sido muito destruída com o terramoto de 1755, em Lisboa, tendo sido afetadas apenas a fachada exterior e a capela de Sto antónio, que depois foram reconstruídas.

O interior da igreja foi decorado durante vários séculos.

A capela mais antiga e, com efeito, a de S.Roque, com líndíssimos azulejos onde se pode ver a assinatura do autor, Francisco Matos.

Os azulejos padrão e de tapete, encontram-se á entrada da igreja e próximo do altar-mor, sendo chamados de ponta de diamante, porque os seus azulejos ainda são fabricados, hoje.
Os mármores enriquecem muito as capelas e são bastante recortados e embutidos, formando lindos desenhos. Estes decoram, a par da talha, as capelas, acima citadas.

A pequena capela de Pietá, que está do lado direito do altar-mor é também coberta de belos mármores.

Uma capela especial, a de S.joão Baptista, é totalmente preenchida por lindíssimos e raros mármores, do oriente e da Itália.

A talha dourada, decora as três capelas, com lindos anjinhos, aves, colunas torcidas, folhas de parra e uvas e ramagens. A talha tanto podia ser dourada como levar apenas cor, como por exemplo na capela da Piedade.Além da talha dourada, as paredes são ornadas com quadros, que retratam as fases de vida do santo, desde recém-nascido até voltar´`a terra onde nasceu.

Esta capela, no interior da igreja, permite ainda que o culto a este santo, continue nos dias de hoje.

O Museu e a igreja, tem efetivamente uma das maiores e mais importantes coleções de relíquias de todo o mundo.

Essas relíquias servem de testemunho das nobres vidas destes santos.

Na realidade, as relíquias são verdadeiras obras de arte em forma de escultura ou de caixas artisticamente trabalhadas.

As mais belas peças são de ourivesaria, que durante muito tempo foram cobertas com quadros, que só eram retirados nas festas.

Além das peças em ouro, tem também espetaculares pinturas a óleo sobre madeira e cenas da vida dos Jesuítas.

As restantes peças e objetos são utilizados em cultos e servem como ornamento da capela.
Quem não conhece esta obra de arte vale a pena visitar.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Igreja de S. Roque

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 2

637 

Comentários - Igreja de S. Roque

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios