Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Seguros > Seguros: cuidados a ter

Seguros: cuidados a ter

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Seguros
Comentários: 1
Seguros: cuidados a ter

Os seguros são indiscutivelmente facilitadores da vida moderna; garantia de tranquilidade em determinadas situações inesperadas e de risco, proporcionando a quem os adquire uma prévia resolução de eventuais e futuros problemas. Seguros há de todo tipo hoje em dia, os mais procurados são sem dúvida os de saúde, seguidos dos seguros de carro e demais bens pessoais.

Seguros de acidentes pessoais, de vida, de distribuição entre muitos outros existem para organizar, agilizar e evitar transtornos e gastos excessivos diante de situações adversas. Porém deve-se ter bastante atenção e cuidado ao contratar estes tipos de serviço, pois pode haver surpresas diante de algumas situações.

O primeiro cuidado que se deve ter é ler com bastante atenção todas as cláusulas do contrato antes de efetivá-lo. Caso haja dúvidas em termos ou colocações neste contrato, o ideal é que se peça ajuda de um profissional capacitado. Se isto não for possível, a troca de informações com outra pessoa de confiança é sempre aconselhável. O que não se deve fazer é agir com impulsividade e aceitar todas as cláusulas sem conhecê-las e sem questioná-las.

O momento de discutir e tentar abranger todas as necessidades pessoais é antes de assinar o contrato. Por exemplo, em um seguro de saúde, deve-se tentar encontrar um que se adapte às necessidades das faixas etárias que serão inclusas neste contrato. Informações como que especialidades, hospitais, enfermidades, cirurgias e despesas extras serão e não serão incluídas no plano são de fundamental importância. A oferta desses seguros é grande e sempre há um mais adequado às características de cada um.

Já em um seguro de vida, é importante saber exatamente o que ele cobre, se apenas o capital no caso da morte ou se também o valor em caso de invalidez temporária ou permamente. No caso de troca de emprego ou profissão, de catástrofe natural, de doença pré-existente antes da assinatura do contrato, qual é a cobertura que ele dá? Se pode-se adquirir um seguro de vida que abranja todos estes pontos, é melhor procurá-lo ou, caso contrário, tentar incluir maior abrangência no que já se está negociando.

Em um seguro de automóvel, assim como nos demais, é importante observar todas as cláusulas de abrangência e não poupar informações sobre o veículo e seu uso em detrimento da não cobertura em casos omissos pelo contratante.

Um segundo e não menos importante cuidado a se ter ao adquirir um seguro privado é realizar a aquisição desse contrato na presença de um corretor ou de um banco que faça este serviço e que facilitará a negociação, auxiliando, inclusive na interpretação de itens do contrato.

O terceiro cuidado seria pesquisar no vasto mercado dos seguros particulares o que mais se adeque às necessidades pessoais e financeiras. A dica é nunca contratar a primeira seguradora que tiver contato.

É fundamental procurar também seguradores que tenham credibilidade no mercado. Procurar referências é o caminho mais correto para se obter a segurança na contratação de um serviço.



Rosana Fernandes

Título: Seguros: cuidados a ter

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 0

650 

Imagem por: comedy_nose

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    29-05-2014 às 17:17:30

    Informações valiosas em como ter cuidado com os seguros, ainda mais, aqueles que são vendidos na internet!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Seguros: cuidados a ter

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Imagem por: comedy_nose

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios