Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > O coração também sofre pela boca

O coração também sofre pela boca

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Comentários: 3
O coração também sofre pela boca

«Ter o coração na boca» é uma expressão que evoca a sinceridade dos sentimentos de alguém. Porém, ter a boca no coração devia espelhar a preocupação de a manter saudável, por causa do que a sua falta de saúde pode ocasionar em termos cardíacos. Efetivamente, estudos científicos relativamente recentes vieram demonstrar que quanto mais cáries e dentes em falta um adulto jovem patentear, maior é o risco que corre de vir a sofrer de doenças cardiovasculares. Na realidade, as bactérias hospedadas na boca podem, de algum modo, chegar à corrente sanguínea e provocar infeções ou inflamações crónicas.

A ideia de que os processos inflamatórios desencadeiam o desenvolvimento de enfermidades coronárias tem vindo a ser sustentada, à medida que se avança no conhecimento científico, proporcionado por uma sucessão infindável de pesquisas. A inflamação é uma reação imunitária de defesa do organismo, passível de apresentar manifestações como febre, inchaço e dor, ou ser completamente assintomática.

Ante este último cenário, para saber se existe uma inflamação sistémica há que pedir ao médico assistente, sobretudo se houver fatores de risco, uma avaliação da proteína C ultrassensível no sangue, que representa um marcador de inflamação. A exposição continuada a esta proteína é suscetível de originar aterosclerose, patologia arterial periférica e até ataque cardíaco. Aconselha-se uma dieta anti-inflamatória, rica em óleo de peixe, frutas, vegetais com folhas e fibras. É ainda possível recorrer a suplementos dietéticos (sempre com supervisão de um técnico de saúde qualificado, devido aos efeitos potencialmente indesejados dos vários nutrientes que os compõem) como por exemplo o ómega 3 o extrato de alho envelhecido.

Há provas de que o alho é eficaz contra as estirpes da espécie estafilococus resistentes aos antibióticos, a bactéria geradora da pneumonia e estirpes resistentes de Helicobacter pylori (H. pylori). Na grande maioria das pessoas, esta bactéria, que habita no estômago, não produz sintomas. Noutras, contudo, desencadeia úlceras pépticas, certos tipos de gastrite e cancro. O alho possui ainda propriedades anticoagulantes e torna o sangue mais fino. Quando se está prestes a ser alvo de algum procedimento cirúrgico, é necessário descontinuar o uso de alho.

Parafraseando Mahatma Gandhi ao contrário (ele, que viveu, entre 1869 e 1948, e que afirmava que «a saúde é o resultado, não só dos nossos atos, como também dos nossos pensamentos»), poderia dizer-se que não basta saber e pensar sobre as coisas; a nossa saúde depende, em grande medida, das ações que nos dispusermos a levar a cabo pela edificação e manutenção de uma vida saudável.


Maria Bijóias

Título: O coração também sofre pela boca

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

790 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Yuri SilvaYuri

    12-08-2014 às 22:46:23

    Sim, concordo plenamente. O coração também sofre pela boca por hábitos muitos ruins na alimentação e nos cuidados do corpo. Há de se ter precauções quanto ao que se come e procurar sempre se manter ativa.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 18:53:00

    para o seu coração manter-se feliz e saudável pode comer cacau escuro em pó. como não temos habito de comer cacau, pode polvilhar sobre algum fruto ao seu gosto, como a abóbora, por exemplo. os flavonoides fazem baixar a tensão arterial e previne os coágulos. pode ainda beber vinho quente com canela e cravinho. quem já não ouvi dizer que um copo de vinho À refeição é óptimo para o coração.

    ¬ Responder
  • josé antonio garcia marquesjosé antonio garcia marques

    29-04-2012 às 19:48:11

    Sempre que tomo umas cervejas à noite, no outro dia tenho uma dor incômoda que parece ser no coração ou na cavidade do peito,lado esquerdo, as mão e pés gelam e tenho que caminhar, pois dá impressão que vai piorar -que pode ser?

    ¬ Responder

Comentários - O coração também sofre pela boca

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios