Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Os efeitos das radiações

Os efeitos das radiações

Categoria: Saúde
Os efeitos das radiações

Todos estamos sugeitos às radiações, porque tudo no universo emite radiação, desde as frutas, às rochas,, passando pela própria Terra.

Com efeito, estamos constantemente expostos a radiação, embora, ter contato com ao tipo e quantidade que seja fatal é raro. Quando ela é mais alta, é bloqueada quase totalmente pelo campo magnético e pela atmosfera do planeta.

A dose de radiação é medida em SV(sieverts) e é o equivalente a um joule de energia de radiação ionizante, de raios x ou radiação gama, por cada kilograma de tecido do corpo. Como tal, os cientistas sabem determinar a quantidade que pode ser nociva para o corpo.
Com efeito, a radiação é o resultado de núcleos atómicos instáveis e a libertarem partículas.

Considera-se o tipo de radiação mais perigoso para o homem, a radiação ionizante, como os raios X e gama e as partículas alfa e beta.

O mesmo se pode dizer em relação às radiações ultravioleta, que origina as queimaduras solares, que pode causar o cancro e ser fatal, em pouco tempo.

Se o corpo for sugeito a exposições à radiação, pode provocar danos irreversíveis no mesmo. Por exemplo, se ocorrerem radiações no cérebro humano, ocorrem lesões neste, que será fatal no espaço de uma semana.

Mas, se as radiações forem no estômago e superiores a 4 SV, causa imediatamente vómitos. Os pulmões ficam inflamados e a pessoa sugeita á radiação tem dificuldades em respirar.
No caso de ela ocorrer nos intestinos, provoca diarreia com dores.

As vítimas de radiação em Chernobyl, sofreram de queimaduras graves no corpo ou cabeça ou até mesmo a morte.

Quem vive nas proximidades de uma central nuclear ou de um centro de carvão, fica sugeito às radiações, até um raio de 80 kilómetros do local.

O uso constante do telemóvel pode também emitir radiações, tal como comer simplesmente uma banana ou partilhar uma cama. O motivo é que uma pessoa tipo recebe cerca de 0003SV, num ano.

Há intoxicações por radiação que são extremamente graves, especialmente nas pessoas que vivem próximo do reator de Chernobyl ou nos EUA.

Quando há terramotos ou tsunamis os reatores podem sobreaquecer, provocando danos , ferindo ou matando.

Em suma, deve evitar-se todo o tipo de radiação, bem como excesso de raios X.


Pedro gil Ferreira

Título: Os efeitos das radiações

Autor: Pedro gil Ferreira (todos os textos)

Visitas: 0

628 

Comentários - Os efeitos das radiações

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios