Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Cuide da respiração

Cuide da respiração

Categoria: Saúde
Visitas: 10
Cuide da respiração

Hoje é difícil mãe que cuida do seu filho, primeiro por trabalhar fora, segundo quando chega e quer ter descanso e por ai vai geralmente o filho é entregue as babas, e, portanto a educação esta cada vez distante. Por isso é que hoje existem inúmeros problemas com criança que poderia ser detectado antes sem maiores complicações. Mas o tempo moderno não permite mãe ser mãe memo. Muitas crianças hoje têm problemas respiratórios, uns são alérgicos, e outros a mãe nem sabe por não perceber.

Você já percebeu que seu filho dorme respirando pela boca? A maioria diz que ainda não observou, devido o cansaço do dia todo no trabalho e só descansa a noite dormindo, e com isso o problema do filho vai se agravando.

Saiba que quando seu respira pela boca, o cérebro recebe pouco oxigênio, e isso prejudica a capacidade de atenção e o rendimento escolar, a respiração bucal pode desencadear ou agravar o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) em crianças, mas nem toda criança que respira pela boca está fadada a ter déficit de atenção e hiperatividade, cada caso é um caso segundo os médicos. Mas já foram detectados vários casos em que a criança que tem déficit de atenção e hiperatividade esta relacionado com o respirar pela boca, mas para ser comprovado é necessário especialista fazerem diagnostico correto, como um psicólogo e um psiquiatra podem afirmar se é mesmo um caso de TDAH. Já o fonoaudiólogo e o otorrinolaringologista e que irão investigar o que esta impedindo o seu pequeno respirar pelo nariz. Isso às vezes pode ser um mau hábito de quando chupava dedo ou tomava mamadeira, mas é bom ficar alerta.

Há também causas orgânicas como desvio de septo e crescimento de tecidos que reveste as cavidades nasais, mais conhecidos como adenóide, ou rinite, sinusite, ou mesmo alergia respiratória. Em todas essas situações, o ar não passa livremente pelas vias aéreas superiores e a criança compensa aspirando pela boca. Saiba que a conseqüência de respirar de modo incorreto dia após dia deixa a criança com dificuldades de deglutição, mastigação errada e a arcada superior tende a se projetar para frente e a inferior para trás, não é de admirar que até a aparência da criança muda com o tempo, os músculos da face ficam flácidos, o rosto alongado e o olhar caído e a boca entreaberta, sem o oxigênio suficiente, o crescimento é afetado.

Mas com tudo isso pode reverter o quadro, com ajuda de vários especialista, como um fonoaudiólogo, um otorrinolaringologista, um odontopediatira vai avaliar como corrigir o problema e os efeitos. A duração do tratamento vai depender de aparelho ortodôntico, cirurgia, e um acompanhamento de fonoaudiológico, mais depois de tudo isso a síndrome pode continuar mais um pouco, mais a culpe é exclusivamente do cérebro, e pode demorar um pouco até se adaptar com as mudanças e voltar a usar o nariz para respirar.



Waldiney Melo

Título: Cuide da respiração

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 10

680 

Comentários - Cuide da respiração

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios