Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > As reformas religiosas

As reformas religiosas

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
As reformas religiosas

Martinho Lutero foi excluído da igreja Católica, tendo-se dedicado a desenvolver a sua nova doutrina.

A fim de divulgar as suas ideias religiosas fez uma reunião de teólogos, onde definiu os princípios do luteranismo.

Segundo ele, só a deus se devia prestar culto, a sua celebração devia resumir-se á leitura da bíblia e aos cânticos e devia ser feita nas línguas nacionais.

Além disso devia haver só dois sacramentos, como o batismo e a comunhão.

Uma das inovações é que se devia negar a autoridade do papa e o celibato dos sacerdotes.
Ele achava que a igreja tem um caráter nacional, sendo o monarca de cada país o seu chefe religioso.

A imprensa teve um papel importante na divulgação das ideias doutrinárias de Lutero,que depois se estenderam aos outros países do norte da Europa, dando origem a várias doutrinas religiosas que se designam, genéricamente, por Protestantismo.

Calvino é outro nome ligado a estas reformas e, segundo ele o destino de cada pessoa estava predestinado por DEus e nada se podia fazer para o alterar.

O calvinismo deu assim, origem à reforma presbiteriana e estendeu-se rápidanmente pela França, Alemanha, Holanda, Polónia e Hungria.

A Inglaterra também quis desligar-se da Santa sé, tendo sido esta iniciativa movida pelo rei Henrique VIII, em virtude das suas ideias religiosas e pessoais.

Deste modo, a doutrina anglicana, constituíu assim, um compromisso entre o catolicismo e o calvinismo, ou seja era uma mistura das duas.

Estas modificações deram origem a uma divisão entre dois blocos treligiosos, diferentes.
O norte da Europa ficava católico e o sul, protestante.

Estas diferenças e divisões religiosas ainda hoje se mantêm, e são motivo de muitas discórdias e guerras entre os países.

A Europa ficou dividida, logo após o século XVI e, até aos nossos dias.
Na verdade a religião foi sempre alvo de desentendimentos entre todos. O motivo é que uns achavam que se deviam salvar pela fé, outros pelas obras.

Os católicos entendem que a Bíblia e a tradição são fontes de fé, enquanto que os protestantes, dizem que a bíblia é a única fonte de fé.

Por outro lado os católicos preservavam sete sacramentos, enquanto os protestantes só dois.
Os católicos veneram a Virgem Maria e os santos e os outros recusam a sua veneração, os católicos devem obediência ao Papa, ao passo que os protestantes não.

O culto dos católicos éorientado pelos sacerdotes e os protestantes, apenas fazem a leitura da Bíblia e cãnticos.

Estas diferenças deram origem, sempre a grandes guerrilhas e diferenças de mentalidade, política e sociedade diferente.


Teresa Maria Batista Gil

Título: As reformas religiosas

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

641 

Comentários - As reformas religiosas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios