Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > Albert Einstein

Albert Einstein

Categoria: Biografias
Comentários: 1
Albert Einstein

Uma mente brilhante

A teoria da relatividade tornou-o famoso a nível mundial e apesar de já ter falecido há mais de meio século é a pessoa mais conhecida a nível internacional. Falar-se em génio, é falar e imaginar Einstein.

Nasce a 14 de Março de 1879 em Ulm, Alemanha, no seio de uma família judaica, que não cumpre os rituais judeus, por os considerar obsoletos. Com 3 anos de idade, ainda não falava, mas tornou-se um aluno exemplar.Em 1914 instala-se em Berlim, para dirigir um Instituto de Física e ser professor na Universidade de Berlim e torna-se novamente cidadão alemão.

Em 1919, divorcia-se e casa com uma prima. Dois anos depois recebe o prémio Nobel de Física pela explicação do efeito fotoeléctrico, onde deduz a famosa equação E=mc2, que veio a estar na base de construção de bombas atómicas.
Faleceu a 18 de Abril de 1955, com 76 anos, com um aneurisma.

Passa uma infância triste ao ser gozado pelos colegas. Aos 5 anos, começa a ter aulas em casa. Um ano depois, aprende a tocar violino, instrumento que inicialmente repudia, mas que se torna o seu passatempo preferido, tocando sonatas de Mozart.

Como não era judeu praticante, entrou para uma escola católica e passou a frequentar a catequese. Curioso, é que decide ir contra as crenças da família e começa a cumprir os rituais judeus. Sempre foi dos melhores alunos da turma, principalmente a latim e matemática.

Com 10 anos, ao tornar-se amigo de um jovem estudante de medicina, começa a ler importantes obras cientificas filosóficas, acabando por abandonar a fé judaica com 12 anos.

Daqui até aos 16 anos estuda cálculo diferencial e integral. O pai queria que ele estudasse engenharia eléctrica, para ajudar no negócio de família, empresa de sistemas eléctricos, mas Einstein tinha outros projectos e não acreditava no regime escolar, acusando-o de levar a uma aprendizagem por memorização.

Entretanto a família muda-se para Itália, já que o negócio de família acaba por falir. Einstein tinha 15 anos e decide ficar em Munique, só que as saudades da família são mais fortes e junta-se a eles.
Uma mente brilhante que tornou possível controlar uma das melhores e piores energias disponíveis ao Ser Humano.


Bruno Jorge

Título: Albert Einstein

Autor: Bruno Jorge (todos os textos)

Visitas: 0

614 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    09-09-2012 às 22:13:25

    É bem verdade que Albert Einstein era um verdadeiro génio. Mas também um auto didacta, daí a sua demora na fala e o facto de não ser um aluno brilhante, apenas se dedicava às disciplinas pelo qual tinha interesse. Tornou-se muito conhecido pela Teoria da Relatividade a qual permitiu inovar em muitas áreas, sendo uma delas a da aviação.

    ¬ Responder

Comentários - Albert Einstein

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios