Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Aprenda 7 passos para tornar seu estudo eficiente, sem embolação

Aprenda 7 passos para tornar seu estudo eficiente, sem embolação

Categoria: Outros
Comentários: 2
Aprenda 7 passos para tornar seu estudo eficiente, sem embolação

Se você é aquele tipo de pessoa que gosta de deixar tudo para a última hora, adia todos os compromissos e perde muito tempo com coisas simples, essa matéria irá mudar você. Estudiosos realizaram pesquisas sobre esse tipo de atitude, que atinge principalmente (mas não somente) os estudantes. Pois em épocas de provas, vestibulares e trabalhos finais, momento que deveria ter foco para terminar o quanto antes as atividades e gastar o restante do tempo para conferir e corrigir, eles vão adiando tudo e acaba ficando sempre para a última hora.

Isso acontece com adultos também e segundo especialistas, esse problema tem nome: chama-se procrastinação, significado vindo do latim que quer dizer “deixar de lado ou postergar para outro dia”. Descubra algumas dicas para combater esse hábito ruim e aumentar sua produtividade.

1 – Descubra a que você quer

Em casos de estudantes que irão prestar vestibular, procure saber o que você realmente quer. Pois quando for executar uma tarefa que você precise, sentira mais motivação para fazer ela, melhorando seu desempenho.

2 – Organize-se: tenha tempo para estudar e para divertir

Organize seu tempo para que você possa estudar, comer, dormir bem (essencial) e se divertir. Você não precisa se excluir do mundo por ter que estudar, basta ter um planejamento prévio de tudo, pois além de aproveitar melhor o seu tempo, terá mais organização e produtividade. Crie um cronograma, se for o caso.

3 – Determine o tempo para cada tarefa com consciência

Seja realista com o tempo que você gastará para realizar suas atividades. Em uma tarde tranquila, que você está inspirado e determinado, é possível que você consiga terminar suas atividades para aquele dia em 2 horas. Porém, se em determinado dia você estiver cansado e desanimado, talvez seja necessário 4 horas para terminar a atividade. Use o bom senso e não tente impor horários que você não consiga cumprir, isso irá te desanimar.

4 – Não enrole

Se você fica deixando as coisas para depois, nunca terminará suas atividades e perderá muito mais tempo. Evite enrolar, pois isso pode se tornar um hábito desagradável. Pratique fazer as coisas já, sem deixar nada para depois. Seu resultado será muito mais satisfatório.

5 – Evite as distrações

Seja sincero quanto às coisas que tirem sua atenção, como videogame, Facebook, TV, celular, entre outros. Corte tudo isso, ou determine um horário específico para essa atividade, sem nenhum minuto a mais. O foco é muito importante e para pessoas que tem dificuldade de concentração, evitar essas distrações pode ajudar muito.

6 – Leve seus estudos a sério

Para estudantes universitários ou futuros estudantes, você provavelmente está se preparando para uma profissão, na grande maioria das vezes que pode assumir cargos de alto nível. Quando você arrumar um emprego, com certeza irá se dedicar o máximo em suas atividades, pois é o que você escolheu fazer. Trate os estudos da mesma maneira, pois esse hábito de levar suas atividades com seriedade será um ponto positivo para você em seu futuro.

7 – Adquira gosto pelo estudo

Em diversos casos, é necessário comer certos alimentos que fazem bem a saúde, independente de gostar ou não deles. Isso, com o tempo, trará o costume à pessoa e até ensinará a gostar do alimento. O estudo deve ser tratado da mesma maneira, principalmente em matérias que você talvez não goste tanto. Se começar a realizar determinada atividade com o pensamento de ser chata e não lhe agradar, a situação será bem difícil. Dedique-se bastante, principalmente as matérias que tem maior dificuldade. Pois quando começar a entender, verá que pode ser mais simples e prazeroso que pensava.


Lucas Souza

Título: Aprenda 7 passos para tornar seu estudo eficiente, sem embolação

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 0

635 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    06-09-2014 às 18:42:57

    Para mim, o mais difícil é evitar as distrações, tipo manter o foco. Ainda mais que uso bastante a internet. Acredito que se tirarmos esse tempo só para isso conseguiremos nossos objetivos. Valeu pelas dicas!

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento

    18-09-2012 às 13:37:53

    Lucas, saiba que estas dicas são muito valiosas, principalmente para todas aquelas pessoas que desejam estudar para passar em um concurso público ou todas aquelas que enfrentam os puxados anos de estudo da faculdade. Saber tornar o estudo mais eficiente é muito importante, pois ajuda a absorver melhor o assunto estudo para fixa-lo na memória e não esquecer mais. Não posso mais deixar os joguinhos da net me atrapalharem :P devo estudar muito mais :D

    ¬ Responder

Comentários - Aprenda 7 passos para tornar seu estudo eficiente, sem embolação

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios