Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Fotografia > Salvar fotografias antigas

Salvar fotografias antigas

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Fotografia
Visitas: 6
Comentários: 1
Salvar fotografias antigas

As fotografias antigas são autênticas relíquias. Se ao passear pelo baú da sua avó descobriu uma fotografia que lhe trás saudade, não se limite a guardá-la. Obviamente que a fotografia está danificada, riscada, estragada, mas é a única fotografia em que está com os amigos de infância na quinta dos avós. Não deixe de recordar em condições. Indicamos-lhe algumas formas de salvar o que o tempo teimou em queimar.

Vai precisar antes de mais de um computador e de um scanner. Procure na internet programas de edição de imagem. Alguns obrigam à compra, mas existem uns bastante bons que oferecem o trial por 30 dias. Aproveite e no fim se achar que vale a pena, compre.

Existem já no mercado muitos scanners bastante inteligentes que automaticamente recuperam defeitos de luminosidade ou contraste. Se não possui um destes scanners, obrigue-se a trabalhar as cores manualmente. O programa de edição de imagem é simples de usar e inevitável nestas situações.

Os programas de edição de imagem dar-lhe-ão a oportunidade de usar filtros para pequenos ajustes e permitem mexer nas definições para obter os melhores efeitos.

Para obter uma fotografia com dois megapixels (como numa câmara digital), terá de usar a resolução de digitalização da ordem dos 300 dpi’s. Assim vai obter uma imagem com 1200*1800 pixels, isto porque as fotografias antigas têm uma dimensão diferente das mais recentes. As antigas tinham a dimensão de 10*15 cm (4*6 polegadas).

Se a sua ideia é fazer u poster (tipo A3), trabalhe para 600 dpi’s e assim sucessivamente se quiser ampliar cada vez mais a sua foto.

Relativamente á cor utilize no seu programa a opção de 24 bits. No entanto se a sua ideia é obter um nível elevado de detalhes (realçar as partes que têm pouca luz), utilize o dobro (48 bits).

Obviamente que terá de ter bastante paciência, mais ainda se a fotografia estiver muito danificada ou se ao ampliá-la em demasia, os grãos fiquem realçados. Alguns programas têm solução para isto, pelo que deve ter especial atenção ao escolhe-lo.

Os filtros que encontrará no seu programa de gestão de fotografias vão ajudá-lo a obter correções não só na cor e luminosidade, mas também no último aspeto focado.

Para manchas e vincos, também estes programas estão preparados, mas se a fotografia tiver riscos, a sua perícia é importante pois terá de pintar por cima.

Divirta-se ao recuperar as marcas que o tempo teimou em deixar nas memórias que acabou de encontrar no sótão lá de casa.


Carla Horta

Título: Salvar fotografias antigas

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 6

778 

Imagem por: giumaiolini

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-05-2014 às 04:13:09

    Tenho algumas fotos antigas que ainda estão guardadas e não as deixo de apreciá-las. Até porque sempre é maravilhoso recordar os mais belos momentos com meus avós e primos.

    ¬ Responder

Comentários - Salvar fotografias antigas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Utilidades Domésticas
Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!\"Rua
O seguro desemprego é instituído pela Lei Nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990 e que tem por finalidade prover a assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado sem justa causa. Foi sancionado pelo presidente da República do Brasil e também é regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT.

Este benefício é concedido a todo e qualquer trabalhador que foi dispensado apenas em regime de sem justa causa ou quando houver acordo judicial e o juiz autorizar o pagamento devido ao ex-trabalhador da empresa.

Sua duração é de 3(três) a 5(meses) de forma contínua e dependerá do tempo em que ficou empregado. O valor mensal é calculado conforme o que o trabalhador ganhava durante o período em que estava empregado.

Essa assistência financeira e temporária tem algumas regras, por isso, é muito importante conhecê-la antes mesmo de solicitá-la nos órgãos responsáveis.

Para ter direito ao benefício:


- Precisa ter a carteira devidamente assinada da empresa;
- Ter trabalhado durante 6 meses na empresa (no mínimo);
- Não ter recebido esse benefício no período de 16(dezesseis) meses ininterruptos;
- Ter sido dispensado sem justa causa.

Quem tem direito ao benefício:


- Os trabalhadores demitidos sem justa causa;
- O pescador artesanal; e
- O empregado doméstico, desde que o empregador esteja recolhendo o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS).

Como solicitar – Passo a passo:


1) Dirija-se à qualquer Caixa Econômica Federal ou ao M.T.E (Ministério do Trabalho e Emprego) da sua cidade munidos dos seguintes documentos:
- Rescisão contratual, carteira de trabalho devidamente dado baixa com a data de saída e assinada e carimbada pela empresa, as duas vias do seguro desemprego preenchido e fornecido pela empresa, cartão do PIS/PASEP ou o cartão cidadão, extrato do recebimento do pagamento do FGTS, comprovante de residência e os últimos 3 (três) contra-cheques;
2) Entregue todos esses documentos ao atendente. Eles vão fornecer o protocolo de entrada do seguro desemprego, vão lhe dizer quantas parcelas você tem direito e a data que você receberá a primeira (30 dias).

Bem, apenas isso e agora é só esperar para o recebimento do pagamento das parcelas. Para consultar, acesse este link: http://granulito.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf
Digite com seu número de PIS/PASEP e logo abaixo com o código no visor e clique em consultar. Vai abrir outra tela com as informações das parcelas.

Pesquisar mais textos:

Briana Alves

Título:Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Autor:Briana Alves(todos os textos)

Imagem por: giumaiolini

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios