Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Fotografia > A Fotografia como Hobby

A Fotografia como Hobby

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Fotografia
Visitas: 46
Comentários: 1
A Fotografia como Hobby

Ainda nos lembramos dos dias em que fotografar era uma coisa cara.

Primeiramente foi o custo da máquina, que além de pesarem ao serem transportadas, pesavam mais ainda nas carteiras. Mesmo que o modelo fosse o mais pequeno do mercado e para poder retirar o rolo fosse necessário dar á manivela, as máquinas eram caras.

Tirar uma fotografia para mais tarde recordar é um habito bastante antigo, e mesmo quem não o faz com grande perícia, não deixa de se empenhar para que a coisa corra na perfeição.

Com o passar dos anos e com o avançar das novas tecnologias, as máquinas fotográficas foram sendo transformadas em objetos quase obrigatórios no bolso de cada um de nós.

Sem ser necessário recorrer á perícia das revelações antigas, as novas máquinas digitais permitem-nos mesmo assim mais trabalho. Se em outros tempos era necessário ter no mínimo jeito para tirar uma fotografia, hoje em dia o trabalho não consiste no ato de fotografar, mas sim na forma como se trabalha a fotografia a partir do computador.

De uma forma geral todos temos o hábito de nos esforçarmos para tirar uma fotografia para a prosperidade, mas e como é tirar uma fotografia para a sua vasta coleção de imagens?

Ter na fotografia um hobby está em voga, mas até as modas são diferentes entre indivíduos.

Para um verdadeiro amante de fotografia (e não é necessário ser-se profissional), interessam os mais variados aspetos.

Desde a exposição solar, ao clima e ambiente, a paisagem e os personagens da fotografia. A cor, o brilho. Se para qualquer um de nós, uma fotografia é um quadradinho para mais tarde recordar, para um colecionador de fotografias tiradas por si, esta é uma arte sem preço.

Quer através de câmaras antigas, quer pela inovação da digitalização, fotografar como passatempo, diversão e hobby é tão enriquecedor quanto qualquer outra atividade relaxante.

A forma como ao piscar de um clique se imagina a imagem final e se retoca e se aperfeiçoa.

Tal como na criação de qualquer obra de arte, um fotografo não precisa de assinar a sua obra. Ela está lá, a sua obra fala por si.

Se para um profissional tirar uma boa fotografia não é um dilema, para um amador esta arte pode ser mais complicada. Como que corre por gosto não cansa, insiste-se e torna-se a tentar. A perfeição acaba por ser alcançada e qualquer dia deixa de aparecer nas fotografias de família, pois pedir-lhe-ão sempre a si que grave a imagem para a eternidade.

Se o seu gosto por fotografia o faz transportar a máquina permanentemente em busca de momento únicos e imagens inesquecíveis, continue a fotografar. Mesmo que não o faça com perícia, não desista. Além de tranquilizante, este hobby vai obrigá-lo a reparar nas melhores imagens da vida!


Carla Horta

Título: A Fotografia como Hobby

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 46

779 

Imagem por: hummyhummy

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-05-2014 às 04:44:49

    Tem muita gente que adora fotografar e o faz de forma divertida como um hobby mesmo. É tão bom trabalhar com isso e muito mais quando fazemos as duas coisas. Maravilhoso!

    ¬ Responder

Comentários - A Fotografia como Hobby

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: hummyhummy

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios