Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Receita de Feijoada Brasileira

Receita de Feijoada Brasileira

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Receita de Feijoada Brasileira

A cozinha típica brasileira inclui vários pratos reconhecidos em todo mundo, com destaque para a feijoada.
A caipirinha, bebida alcoólica tipicamente brasileira, tem fama mundial e é ótima para acompanha a feijoada.

De seguida indico as respetivas receitas.

1 - Feijoada à Brasileira

350gramas de carne fumada
350gramas de lombo de porco salgado
300gramas de entrecosto de porco salgado
1 pé de porco salgado
1 rabo de porco salgado
1 língua de porco fumada
7,5dl de feijão preto
80gramas de toucinho fumado
350gramas de carne de vaca
1 paio
200gramas de chouriço
1 cebola
1 dente de alho
1,5dl de óleo
1 dl de sumo de laranja
piripiri q.b.
sal q.b.
pimenta q.b.

Molho:

1dl de sumo de limão
2 colheres de sopa de salsa picada
1 cebola ralada
1 colher de sopa de malagueta picada sem sementes

Couve:

1 dente de alho
1 colher de sopa de azeite
75gramas de bacon
300gramas de couve cortada como caldo-verde

- comece por demolhar, em água fria, as carnes salgadas e fumadas, de um dia para o outro. Mude a água várias vezes. Demolhe o feijão num recipiente à parte.
- afervente as carnes durante 10 minutos, em bastante água fervente. Escorra, troque a água e cozinhe em lume brando durante 1 hora
- Adicione a carne de vaca e os enchidos. Cozinhe durante mais 1 hora
- coza o feijão num tacho à parte, até ficar macio, e tempere-o com sal
- pique a cebola e o alho e refogue com o alho. Corte as carnes aos pedaços pequenos e junte-os ao refogado. Aromatize com sumo de laranja e junte o feijão e um pouco de água e deixe cozer
- apure a feijoada, retifique de sal e tempere com o piripiri. Misture para envolver os temperos.

para acompanhar o prato confeciona-se o molho e a couve.

Molho:

- misture bem todos os ingredientes referidos e sirva-o numa molheira.

Couve:

- pique o dente de alho e refogue juntamente com o azeite e o bacon finamente fatiado
- junte a couve e refogue bem, mexendo
- tempere com sal e pimenta.

2 - Caipirinha

4 limas
gelo picado q.b.
4 colheres de sopa de açucar amarelo
2 chávenas de cachaça

- lave as limas, corte-as aos pedaços com a casca e retire os caroços. Distribua a fruta por copos próprios para a caipirinha e junte bastante gelo picado, bem como cerca de meia colher de açucar por cada copo
- pise tudo com um maço que só sirva para este tipo de preparado. Deite a cachaça e misture bem. Sirva de imediato.

Para finalizar a refeição, come-se o bolo de fubá com leite de côco.

250gramas de farinha de fubá
1,5dl de leite
75gramas de manteiga
150gramas de açucar branco
3 ovos
1,5dl de leite de côco
80gramas de côco ralado
sal fino q.b.
1 colher de sopa de fermento em pó
manteiga e farinha para untar a forma

- comece por peneirar a farinha de fubá para uma tigela
- ferva o leite e deite-o sobre a farinha
- bata muito bem, tape a tigela com película aderente e deixe repousar durante 30 minutos
- enquanto aguarda, bata a manteiga amolecida juntamente com o açucar peneirado
- ao preparado da manteiga junte as gemas, uma a uma, sem parar de bater, até as incorporar bem
- adicione alternadamente o leite de côco, bem como a farinha de fubá que reservou
- adicione, em seguida, o côco ralado, previamente misturado com uma pitada de sal, e o fermento em pó
- bata as claras em castelo firme. Incorpore-as à massa, misturando-as delicadamente sem bater
- deite a massa numa forma de bolo inglês, barrada com manteiga e polvilhada com farinha. Leve ao forno pré-aquecido. Passados 40 minutos verifique se o bolo está cozido e alourado
- deixe o bolo arrefecer colocado sobre uma rede. Desenforme e sirva às fatias.


Cristina Sousa

Título: Receita de Feijoada Brasileira

Autor: Cristina Sousa (todos os textos)

Visitas: 2

709 

Comentários - Receita de Feijoada Brasileira

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios