Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > O Essencial Sobre o Vegetarianismo

O Essencial Sobre o Vegetarianismo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 4
O Essencial Sobre o Vegetarianismo

O vegetarianismo é uma dieta alimentar que soma cada vez mais adeptos, sendo que muitos reclamam que é, mais que aquilo que comem, um estilo de vida. Existem diversificadas razões na base da escolha pessoal pelo vegetarianismo - restrições alimentares advindas de intolerâncias e alergias, busca por uma alimentação mais saudável ou sensibilidade para o sofrimento animal parecem ser as principais razões para a adoção de uma dieta vegetariana ou vegana.

Quase nem é preciso dizer, mas a cozinha vegetariana pode (e deve) ser muito saborosa, além de cumprir os pressupostos de uma dieta nutritiva, que se basta a si própria, e claro, mais ecológica. As opções são muitas e variam também de acordo com o tipo de vegetarianismo que se adota.




Assim, há os ovo-lacto-vegetarianos, que mantêm ovos, leite e derivados na sua dieta, os ovo-vegetarianos, os lacto-vegetarianos e claro, os vegetarianos “puros”, que excluem da sua dieta alimentar qualquer produto de origem animal. Por último, existem os veganos que, para além de seguirem uma alimentação estritamente vegetariana, não consomem, no seu dia a dia, qualquer produto de origem animal. Excluem assim produtos testados em animais (produtos de higiene capilar e corporal, cosméticos e perfumes de companhias que testem em animais) e produtos de origem animal, como sapatos, casacos ou malas de pele. O veganismo constitui, por assim dizer, o último estádio da evolução no sentido de uma maior humanidade e consciencialização em relação aos animais. Muitos vegetarianos dos primeiros estádios aqui apresentados têm por objetivo final o veganismo, passando para isso por diversas fases.

No respeitante aos produtos alimentares, o vegetariano consome alimentos variados, que lhe permitam obter proteína, fibra e as vitaminas essenciais. A soja, o tofu e o seitan são alimentos ricos em proteínas, utilizados na confeção de pratos tão diversificados quanto a imaginação do cozinheiro, que é, geralmente, também o consumidor. Cozidos, estufados, grelhados e caldeiradas vegetarianas podem ser tão ou mais saborosos quanto pratos semelhantes realizados com carne e peixe, já que muitos pratos vegetarianos são inspirados em “originais” não vegetarianos. Para quem se quer aventurar no mundo do vegetarianismo, a inspiração pode ser procurada em diversos sites da internet dedicados a essa cozinha em expansão. Delicie-se!

Sofia Nunes

Título: O Essencial Sobre o Vegetarianismo

Autor: Sofia Nunes (todos os textos)

Visitas: 4

685 

Comentários - O Essencial Sobre o Vegetarianismo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios