Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Como Fazer Cupcakes

Como Fazer Cupcakes

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Comentários: 3
Como Fazer Cupcakes

A moda dos cupcakes veio para ficar. Em português talvez devêssemos chamá-los de queques de copo ou de caneca, queques por serem pequenos bolos de copo ou de caneca porque na sua maioria a medida utilizada nas receitas é essa mesma, o copo ou a caneca. A primeira alusão a estes pequenos bolos aconteceu no Séc. XIX e desde então têm evoluído de uma forma considerável para chegarem ao que são hoje: queques com um recheio e uma cobertura, tão mais atraente quanto mais colorida. Pessoalmente utilizo uma receita simples de bolo de laranja que faz sem grande dificuldade cerca de sessenta cupcakes.

Os ingredientes são: 4 chávenas de açúcar, 4 chávenas de farinha, 2 chávenas de leite, Sumo de 1 laranja, 6 ovos, e 2 colheres de chá de fermento em pó. A confeção é simples, desconfiem sempre que encontrarem uma receita para cupcakes que seja complicada, e faz-se da seguinte forma: Separaram-se as gemas das claras. Batem-se as claras em castelo firme e reservam-se. Numa taça, junta-se o açúcar com as gemas e bate-se muito bem.




Junta-se o sumo de laranja e volta-se a bater. Junta-se farinha (onde se deve juntar o fermento), alternando com o leite e bate-se bem, até estar tudo ligado. No fim, juntam-se as claras em castelo e envolvem-se delicadamente, de baixo para cima, sem bater (este pormenor é muito importante porque torna a massa muito mais leve). Preparam-se formas de queques individuais ou tabuleiros com as cavidades, e dentro destas formas colocam-se as formas de papel (ter em atenção que a embalagem diga que podem ir ao forno, ou indique a temperatura que podem aguentar) sem untar o tabuleiro. Coloca-se a massa nas formas, enchendo até três quartos para não transbordar e leva-se ao forno cerca de 30.

Retirados do forno os bolinhos deixam-se arrefecer um pouco e retiram-se das formas metálicas mantendo as de papel. Com um descaroçador de maçã retira-se uma pequena porção do centro de cada bolinho. Enche-se este buraquinho com o recheio que se pretender, eu pessoalmente utilizo doce de ovos. Depois é cobrir como se desejar.

Uma ideia simples para a cobertura é estender pasta de açúcar de uma cor que se goste, cortar com um cortador redondo à medida de cada bolinho, pincelar o bolinho com um pouco de geleia ou gema de ovo e fazer aderir a rodela de pasta de açúcar, depois decorar a gosto com pastas de açúcar de cores variadas, se for alternando as cores, fica com uma travessa bonita e verdadeiramente colorida.


Ana Sebastião

Título: Como Fazer Cupcakes

Autor: Ana Sebastião (todos os textos)

Visitas: 0

722 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    15-06-2014 às 19:05:15

    Que legal! Muita gente que conheço aprendeu a fazer o cupcake(não é difícil) e até ganha dinheiro com isso! O melhor é que podemos dar de presente, fazer em aniversários, vender, comer mesmo com as amigas, enfim, dá para fazer um montão de coisas!!!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Ana SebastiãoAna Sebastião

    15-10-2012 às 15:47:22

    Partilho sim, mas só para servir de incentivo fica a informação de que é bastante rápido de fazer. Outra coisa também interessante é que a última vez que fiz isto foi com a ajuda de um pequenote de 4 anos, é uma excelente brincadeira para eles, a pasta de açúcar trabalha.se como a plasticina e eles "adoram"!!!

    ¬ Responder
  • Eunice RibeiroEunice Ribeiro

    15-10-2012 às 14:22:21

    Vai partilhando os teus conhecimentos; quando puder comer doces e deixar de ser preguiçosa, eu faço!!!

    ¬ Responder

Comentários - Como Fazer Cupcakes

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios