Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > O segredo do segredo

O segredo do segredo

Categoria: Literatura
Comentários: 3
O segredo do segredo

The Secret é um livro, adaptado ao cinema com o mesmo nome, escrito por Rhonda Byrne que traz informações sobre o que seria para o autor o grande segredo do universo. Nele há dicas de como obter esse segredo, o que é o segredo, pessoas importantes, que, ao longo da história, deixaram transparecer e conhecer esse segredo e é ainda recheado de depoimentos de pessoas que já descobriram o segredo; pesquisadores e historiadores que já relataram tê-lo obtido.

Segundo o livro, o segredo foi conhecido e usado ao longo da história da humanidade desde o Egito antigo, passando pela Babilônia resistindo até os dias atuais. Os pesquisadores e simbologistas que acreditam na existência desse segredo alegam que Platão já o conhecia na antiguidade. E que outros grandes pensadores como Leonardo da Vinci, William Shakespeare, Mozart, Victor Hugo, entre outros já o conheciam e aplicavam. Ainda de acordo com o livro, com o avanço das crenças religiosas o secreto foi sendo ocultado e poucos passaram a conhecê-lo. Contudo sua crença permaneceu presente e a comunicação desse secreto passou a ser através de mensagens subliminares.

Pouco a pouco a religião foi perdendo a autoridade para explicar a origem e a evolução do universo, cedendo lugar à ciência. Com o estudo e o desenvolvimento da ciência foi possível prever o tempo de pousos em frações de segundo, determinar a evolução humana, lançar naves espaciais, entre inúmeros outros avanços tecnológicos. Face a esta nova perspectiva, o segredo voltou a ser transmitido.

De acordo com os entendidos, o segredo pode garantir saúde, felicidade, amor, equilíbrio, riqueza e tudo o mais que se queira, desde que se aplique-o corretamente. Não há limites para o segredo. Segundo seus seguidores, dentre eles reverendos, escritores, psicólogos e cientistas, pode-se obter tudo realmente. A explicação científica dada no livro é de que todos nós funcionamos através de uma única Lei: a Lei da Atração. Assim como lidamos com outras forças como gravidade e eletricidade que não dominamos, mas vivemos bem com elas, existe a Lei da Atração. Segundo essa Lei, tudo o que temos e conquistamos é fruto do nosso pensamento, ou seja, somos nós que atraímos. Sendo assim o segredo é a Lei da Atração.

Tudo o que pensamos é atraído por nós. Como geralmente temos o hábito de pensar sucessivamente no que não queremos, acabamos atraindo isso. Quando se está pensando em obter algo ou ser de um determinado jeito, se emite uma vibração para o universo, que não julga se isto é bom ou ruim, apenas atrai isso para a pessoa. Segundo o livro, essa convicção é bastante evidente, porque somente uma porcentagem pequena da população é bem sucedida. Essas pessoas usam a Lei da Atração. Essa atração é feita pelo poder da mente consciente ou inconscientemente sempre. É preciso focar os pensamentos no que se quer realmente e não em tristezas, em fatos passados ou pensamentos negativos, porque é isso o que será atraído. O que se pensa é de alguma forma materializado.

Os doutores em física quântica ensinam que nada é fixo no universo, que tudo é energia vibrante e mutante. Sendo assim, não existe universo sem mente e é a mente que molda o próprio objeto que está sendo observado. Não há emoção sem sentimentos e esses sentimentos dirão se a pessoa está em harmonia com o universo. Pois, segundo os especialistas, depois que se conhece o segredo, há o medo constante de se ter pensamentos negativos. Segundo eles, um pensamento positivo se sobrepõe ao negativo, pois o sentido do universo é a harmonia, a boa vibração. E pensando naqueles que não vivem esse segredo ou que não acreditam nesse potencial, tudo é atraído por omissão. Já que não se aplica o segredo, acaba-se atraindo tudo por não conhecê-lo, sem utilizá-lo, ou seja, involuntariamente, de acordo com o que se pensa e se sente. É questão de alinhamento com o universo. Quanto pior a pessoa se sente, mais desalinhada ela está e vice-versa.

O segredo consiste em realmente acreditar que se terá ou se será tudo aquilo que se quer efetivamente e que se pensa que terá ou será. Não é necessário pensar em como isso é feito, até porque o universo ainda é inexplicável, mas é fato que as pessoas que conseguiram tudo o que imaginaram um dia, não sabem exatamente como isso se sucedeu, mas estavam convictos de que conseguiriam. É a Lei da Atração funcionando em suas vidas. Existindo o segredo ou não, ter pensamentos bons é comprovadamente saudável e indicado para se ter uma vida feliz.


Rosana Fernandes

Título: O segredo do segredo

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 0

795 

Imagem por: GettysGirl

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Aline

    26-09-2012 às 14:47:11

    Bom,eu não conheço técnicas de atração,e nem sei se elas existem...Mas desde muito pequena eu tenho o habito de me ver onde quero estar,viver aquela situação,e não sei como sempre acabo conseguindo realizar meus desejos...

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    10-09-2012 às 14:27:34

    Eu li este livro e vi o filme numa parte crítica da minha vida e na altura foi como uma lufada de ar fresco. Contudo, não acredito minimamente no Segredo. Para mim, o segredo de ser feliz com aquilo que desejamos é lutar para isso, simplesmente, com muita força e muita garra. Ter objectivos na vida e segui-los com grande feracidade. Assim vai conseguir a felicidade. Todavia, eu gostei muito do seu texto.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoPedro

    27-06-2013 às 00:09:54

    "O Segredo" é exatamente esse!!! Correr atrás das coisas que se quer. Somente com muito trabalho, com muita honestidade se consegue as coisas. Nada de vagabundagem, de ficar recebendo Bolsa Família.

    ¬ Responder

Comentários - O segredo do segredo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Imagem por: GettysGirl

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios