Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > 10 Melhores Livros

10 Melhores Livros

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Literatura
Visitas: 2
Comentários: 2
10 Melhores Livros

LER – Eis algo a que a grande maioria das pessoas devia dedicar mais tempo. Um livro pode ser um amigo, uma fonte de conhecimento, uma companhia… Além disso, e tal como já alguém referiu: “Quem lê sabe mais” – essa é que é a verdade!

Nesta conjuntura de crise global, há um livro que vem mesmo a calhar – “Como esticar o salário e encurtar o mês” de Camilo Lourenço (Apresentador do Programa “A Cor do Dinheiro”, que passa na RTPN). Neste livro irá encontrar inúmeras dicas que irão certamente ajudá-lo(a) a sobreviver à crise.

Um outro título muito interessante para todos aqueles que querem mudar a sua vida e alcançar a excelência pessoal é o livro de Adelino Cunha – “Eu tenho o poder”. Escrito numa linguagem simples e bastante acessível para todas as pessoas que quiserem saber mais sobre a forma como nós funcionamos enquanto seres humanos, e com isso operar as mudanças necessárias que lhe permitirão realizar os seus sonhos.

“Utopia” de Thomas More, uma obra de referência na qual o autor imagina e descreve o mundo ideal – uma sociedade justa, igualitária, pacífica e feliz. Um ensaio deveras único.

“Era uma vez um velho que pescava sozinho…” – assim começa a narrativa de “O velho e o mar” – Ernest Hemingway. Uma obra magnífica deste grande escritor.

E quem não se lembra dos desenhos animados de “Tom Sawyer”. Muitos certamente ainda se recordarão e os mais acérrimos de certeza conseguem “assobiar” na perfeição a música do genérico. O livro é igualmente imprescindível – “Tom Sawyer” de Mark Twain.

“O Código da Vinci” de Dan Brown. Um best-seller mundial. Uma história verdadeiramente intrigante. Será que anda “sangue” de Jesus Cristo entre nós?

Passando agora para a música – “Nirvana – Rock n´ Roll” de Jordi Bianciotto. Este livro é um pedaço de história, neste caso da história da música, e mais precisamente do grunge. Relata um pouco da história da banda do carismático líder Kurt Cobain, “desaparecido” a 5 de Abril de 1994, deixando “órfãos” milhões de fãs em todo o mundo. Escrito em Espanhol. Inclui algumas letras.

Agora um livro para os apreciadores de literatura mais “negra” e melancólica. “Contos” de Edgar Allen Poe. Não recomendável para pessoas que estejam a atravessar uma fase mais depressiva.

Para os verdadeiros amantes de futebol, “Planeta do Futebol” de Luís Freitas Lobo. Um livro da autoria de um dos melhores e mais conceituados comentadores da actualidade.

Quer descobrir o segredo de alguns dos maiores milionários que o mundo já conheceu? Leia este livro: “Pense e Fique Rico” de Napoleon Hill.

E agora o porquê destas escolhas: A razão é que foram livros que eu li, e que me marcaram de uma ou outra forma em diferentes momentos!

Boas leituras, e não se esqueça que “quem lê sabe mais”.



Carlos Vieira

Título: 10 Melhores Livros

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 2

781 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    10-09-2012 às 13:34:35

    Você enumerou no seu texto um grande número de livros: uns melhores, outros piores. Já li o Código da Vinci e adorei. É daqueles livros que lemos num só fôlego e sabe tão bem acabar. O Velho e o Mar, de Ernest Hemingway é um livro pequeno, mas muito interessante. Ao princípio parece que estamos perante um livro para ler antes de dormir, mas não. Tem uma lição de vida muito interessante.

    ¬ Responder
  • CristinaCristina

    29-03-2010 às 23:46:13

    A destacar o livro O Nome do Vento, de Patrick Rothfuss

    ¬ Responder

Comentários - 10 Melhores Livros

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Superstições Náuticas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Barcos
Superstições Náuticas\"Rua
Todos temos as nossas manias e superstições. Não que se trate de comportamentos compulsivos, mas a realidade é que mesmo para quem diz que não liga nenhuma a estas coisas, as superstições acompanham-nos.

Passar por baixo de uma escada, deixar a tesoura, uma porta de um armário ou uma gaveta aberta ou até deixar os sapatos em posição oposta ao correcto, são das superstições mais comuns. As Sextas-feiras 13 também criam alguma confusão a muita gente, mas muitos são os que já festejam e brincam com a data.

Somos assim mesmo, supersticiosos, uns mais do que outros, mas é uma essência que carregamos, mesmo que de forma inconsciente.

Existem no entanto profissões que carregam mitos mais assustadores do que outros, e por exemplos muitos actores não entram em palco sem mandar um “miminho” uns aos outros.

Caso de superstição de marinheiro é dos mais sérios e se julga que se trata só de casos vistos em filmes de piratas, desengane-se. Os marinheiros dos dias de hoje carregam superstições tão carregadas de emoção quanto os de outros tempos.

Umas mais caricatas do que outras, as superstições contam histórias e truques. Por exemplo, contra tempestades, muitos marinheiros colam uma moeda no mastro dos navios.

Tal como fazem os actores, desejar boa sorte a um marinheiro antes de embarcar, também não é boa ideia. Os miminhos dados antes de entrar em palco também servem para o efeito.

Dar um novo nome a um barco é uma péssima ideia para um marinheiro. Dizem que muitos há que não navegam em barcos rebaptizados.

Lembra-se que os piratas de outros tempos utilizavam brincos? Pois isto faz parte de uma superstição. Dizem que os brincos evitam que se afoguem.

Entrar com um pé direito na embarcação é sinal de bons ventos. Tal como acontece com muitos de nós, os marinheiros também não gostam de entrar de pé esquerdo.

Já desde remotos tempos se dia que assobiar traz tempestades. Ora aqui está um mote dos marinheiros, pelo que se assobiar numa embarcação, arrisca-se a ter chatices com o marinheiro.

Verdades ou mentiras, as superstições existem e se manter os seus próprios mitos acalma um marinheiro, então que assim seja. Venham as superstições náuticas que cá estamos para as ouvir.

Já agora uma curiosidade ainda maior. Dizem que se tocar a gola de um marinheiro passará a ter sorte. Será verdade ou foi um marinheiro que inventou?

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:Superstições Náuticas

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 06:39:27

    Não acredito em superstições de forma alguma.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios