Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > SER MISERÁVEL

SER MISERÁVEL

Categoria: Literatura
Visitas: 122
SER MISERÁVEL

Ser miserável é viver sob a ponte,
Não ter água da fonte,
Não comer, não beber e quase não viver.

Ser miserável é não poder ter prazer,
Não ter livros pra ler,
Não ter caminhos a percorrer.

Ser miserável é viver isolado,
Como um doente terminal,
Consciente do seu final.

Ser miserável é ter o passado negado,
Ter uma vida restrita,
Na calçada em que habita.

Ser miserável é estar desprotegido,
A mercê dos perigos,
Aguardando o ocorrido.

Ser miserável é esquecer a limpeza,
Conhecer os odores humanos,
Ter pensamentos insanos.

Ser miserável é viver na pobreza,
Ter a certeza que ninguém te vê,
E não quer estar com você.

Ser miserável é acordar todo dia,
Sem pensar no amanhã,
Acreditando que será melhor.

Ser miserável é nos dias frios,
Conseguir um jornal,
E por isso se achar o tal.

Ser miserável é olhar para o lado,
Se sentir retratado,
E não ficar zangado.

Ser miserável pode trazer muitas coisas,
Garra para a sobrevivência,
Esperança no futuro.

Ser miserável é não ter escolhas,
Saber que a vida não é boa,
E mesmo assim insistir.

Ser miserável por consequência,
É diferente de ser um miserável por opção.

Ser miserável é olhar o mendigo dormindo,
Atear fogo em seu corpo,
E achar bom ele estar morto.

Ser miserável é discutir com um velhinho,
E só por discordar do que ele tem a falar,
Espancar seu corpo até matar.

Ser miserável é violar uma flor,
E durante seus gritos de dor,
Conseguir imaginar que aquilo é amor.

Ser miserável é atirar num estranho,
Podando seus sonhos,
E não se sentir medonho.

Ser miserável é em nome do dinheiro,
Prejudicar o mundo inteiro,
E se achar um grande investidor.

Ser miserável é não ajudar um miserável,
É não dividir a comida,
E apesar de bem vestida,
Ser mais pobre que o miserável.

Ser miserável e não respeitar o direito do outro,
Sempre achar que o seu livro é sagrado,
E o do outro é descartável.
Ser miserável é gritar suas verdades,
Ignorando as maldades,
Que diz acreditar.

Ser miserável é ver o sofrimento do outro,
E se ele fizer parte do seu rol de inimigos,
Desejar que tivesse um fim preciso.

Ser miserável é achar o outro diferente,
Sem perceber que a desigualdade,
Reside apenas na sua mente.

Ser miserável é viver na miséria,
Miséria da fome,
Miséria da alma,
Miséria de amor,
Miséria de valores.

Quando o ser conseguir vencer seu lado miserável por opção,
E ajudar o miserável por consequência,
Poderá eliminar da existência toda a miséria dos miseráveis.

E como em um passe de mágica nos tornaremos seres mais humanos.


Maria Cecilia Barbosa de Oliveira

Título: SER MISERÁVEL

Autor: Maria Cecilia Oliveira (todos os textos)

Visitas: 122

8 

Comentários - SER MISERÁVEL

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios