Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Documento Único de Automóvel

Documento Único de Automóvel

Categoria: Automóveis
Visitas: 2
Comentários: 1
Documento Único de Automóvel

O Documento Único, foi criado para facilitar e agilizar a vida dos proprietários de automóvel substituindo os demais documentos por um só, tanto para carros novos como para os usados.

Com o (DUA) Documento Único de Automóvel, tem-se a vantagem de unificar dois documentos em um só, contendo todas as informações em um único registro.

O requerimento de solicitação do Documento Único de Automóveis se dá nos seguintes casos: compra de novo veículo, auteração dos dados de registro do veículo e propriedade e 2ª via do Livrete. Ao solicitar a segunda via dos documentos referentes ao carro, não se assuste, receberá o Certificado de Matrícula que é o nome oficial do Documento Único, esse documento é reconhecido nos países da União Européia, portanto, quem quiser viajar, pode ficar tranquilo quanto a aceitação do documento.

O Certificado de Matrícula pode ser solicitado no posto do IMTT ou em qualquer conservatória e a entrga é via correios.

Muitas pessoas queixam-se por terem de carregar muitos documentos, o que não é mais necessário se tratando dos automóveis. Perda de documentos são muito frequentes principalmente entre os homens, não se trata de descuido, mas sim, do fato de os homens em sua maioria, não gostam de carregar bolsa tanto como as mulheres e transportam os documentos na carteira e levam no bolso.

Existem situações que favorecem muito a perda de documentos como em que, quando se vai pagar uma conta num restaurante ou, a corrida do táxi a noite. Em ambos os casos, ao puxar a carteira do bolso, um dos documentos pode cair sem que a pessoa perceba. Perder dinheiro é terrível, principalmente quando está contadinho para o pagamento das despesas, pior ainda perder documentos, é necessário fazer ocorrência alegando a ausência temporária deles. Se tratando dos documentos do carro, é comum deixar um no porta luvas e outro no bolso, às vezes quando os procura, sumiram e não se sabe como, é claro que o documento não saiu por aí andando sozinho mas talvez não se lembre onde colocou.

Em qualquer dessas situações, quanto menos documento se tiver que transportar melhor, porém não vamos nos iludir achando que será a grande solução contra a perda de documentos, o que favorece é o fato de termos uma redução de documentos quando estamos fora de casa, será mais simples o transporte e em perdas ou extravios, basta a solicitação de um único documento.

Busque informações complementares e analise as vantagens em ter seu Documento Único.


Sílvia Baptista

Título: Documento Único de Automóvel

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 2

793 

Imagem por: VMPastore

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 05:53:07

    Muito boa a ideia de ter todas as informações do automóvel num único lugar!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Documento Único de Automóvel

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um caminho para curar o transtorno alimentar

Ler próximo texto...

Tema: Saúde
Um caminho para curar o transtorno alimentar\"Rua
De acordo com um relatório divulgado em novembro de 2014 pelo Comitê Permanente sobre o Status da Mulher, entre 600 mil a um milhão de canadenses cumprem os critérios diagnósticos para um transtorno alimentar em um dado momento. Problemas de saúde mental com ramificações físicas graves, anorexia e bulimia são difíceis de tratar.

Os programas públicos de internação frequentemente não admitem pacientes até que estejam em condição de risco de vida, e muitos respondem mal à abordagem em grupo. As clínicas privadas costumam ter listas de espera épicas e custos altos: um quarto custa de US$ 305 a US$ 360 por dia.


Corinne lutou juntamente com seus pais contra a bulimia e anorexia por mais de cinco anos. Duffy e Terry, pais de Corinne, encontraram uma clínica na Virgínia. Hoje, aos 24 anos, ela é saudável e está cursando mestrado em Colorado. Ela e seus pais acreditam que a abordagem holística, o foco individualizado e a estrutura imersiva de seu tratamento foram fundamentais para sua recuperação.

Eles sabem que tinham acesso a recursos exclusivos. "Tivemos sorte", diz Duffy. "Podíamos pagar por tudo." Mas muitos não podem.
A luta desta família levou-os a refletir sobre o problema nos Estados Unidos. Em 2013, eles fundaram a Water Stone Clinic, um centro privado de transtornos alimentares em Toronto. Eles fazem yoga, terapia de arte e participam na preparação de refeições, construindo habilidades na vida real com uma equipe de apoio empática. Os programas funcionam nos dias da semana das 8h às 14h, e até agora, não tem lista de espera. Porém essa abordagem é onerosa: aproximadamente US$ 650 por dia.

A família criou a Fundação Water Stone - uma instituição de caridade que fornece ajuda a pacientes que não podem pagar o tratamento. Os candidatos são avaliados por dois comitês que tomam uma decisão baseada na necessidade clínica e financeira. David Choo Chong foi o primeiro a se beneficiar da fundação. Ele havia tentado muitos programas, mas nenhum foi bem sucedido. A fundação pagou metade do tratamento. Dois anos depois, Choo Chong, feliz e estável diz "Water Stone me ajudou a encontrar quem eu sou".

Pesquisar mais textos:

Roberta Darc

Título:Um caminho para curar o transtorno alimentar

Autor:Roberta Darc(todos os textos)

Imagem por: VMPastore

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios