Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O que a sua cor preferida diz sobre si

O que a sua cor preferida diz sobre si

Categoria: Outros
Visitas: 6
Comentários: 9
O que a sua cor preferida diz sobre si

O que é que a a sua cor preferida pode revelar da sua personalidade?

Branco (a minha preferida): É a cor da pureza, da paz e da ambição. É a cor dos que gostam da juventude e a aproveitam ao máximo. As pessoas que preferem o branco demonstram uma tendência para enriquecer.

Vermelho: Representa o amor, a força e a impulsividade. As pessoas que têm a cor vermelha como preferência são, geralmente, extrovertidas, sociais, divertidas e impacientes. Procuram a popularidade a liderança.

Rosa: Representa as qualidades suaves do vermelho. Simboliza o amor e a paixão. As pessoas que têm o rosa como opção, necessitam de se sentir amadas e seguras e exigem a atenção dos outros. Se uma mulher tiver a cor rosa como preferência significa que esta possui um sentido maternal muito forte.

Laranja: Cor da energia e da imaginação. Estas pessoas tendem a ser populares e bem humoradas. Quando estão chateadas não têm medo de o mostrar e são simpáticas quando lhes convém.

Amarelo: Cor dos alegres e otimistas. É a cor escolhidas pelos aventureiros e intelectuais. Estas pessoas procuram o essencial na vida e vivem à base da sua própria motivação.

Verde: Representa a esperança e a renovação. As pessoas que preferem o verde são pacientes, timidamente sociais, risonhas e criativas. Apreciam a ideia de liberdade e independência. Gostam de se sentir úteis.

Azul: Associado à felicidade e à harmonia. É a cor do céu e do espírito. O azul é a cor dos introspetivos e dos espontâneos. São pessoas de uma personalidade subtil e são, normalmente, fiéis.

Roxo: Cor preferida dos individualistas. Aceitam as ideias alheias com muito esforço e são muito intuitivas. Detestam a soberania.

Castanho: É a cor preferida das pessoas conservadoras e estáveis. Por vezes, demonstram necessidade de atenção e dificuldade em lidar com as pessoas quando estas não são pacientes. Gostam de ambientes calmos e privados.

Cinzento: Cor da estabilidade, sucesso e qualidade. As pessoas com uma preferência para esta cor são indecisas, monótonas e flexiveis.

Preto: Representa o mistério e a escuridão. O preto é a cor das pessoas dignas, elegantes e que têm tendência para o isolamento. Procuram proteção sem, no entanto, o demonstrar.


Miaumiaumiau

Título: O que a sua cor preferida diz sobre si

Autor: Miaumiaumiau Miaumiaumiau (todos os textos)

Visitas: 6

779 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 9 )    recentes

  • SophiaSophia

    23-05-2014 às 19:54:23

    As minhas cores preferidas são: verde, roxo e preto. Como lido, elas fazem todo o sentido mesmo!! Uaaauuuu, fantástico!!!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    16-09-2012 às 16:17:03

    De facto as cores falam muito e dizem muito de todos nós. Mas e quem não tem uma cor preferida em concreto porque adora todas as cores? É o meu caso. Adoro todas as cores e uso-as na roupa na roupa toda. Visto-me de qualquer cor, mas acredito sim, que nuns dias prefiro o branco e noutros o azul. Acredito que isto quererá falar do meu estado de espírito, certo???

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    10-09-2012 às 21:25:57

    eu adoro a cor branco, é a minha cor e tem tudo a ver comigo. eu sou muito ambiciosa e esforço-me imenso para obter aquilo que eu quero quando quer. e detesto a cor vermelha, o que também coincide, detesto socializar só porque não tenho nada para fazer à noite (há sempre um bom livro à mão). a partir de agora vou começar a acreditar neste tipo de coisas. parabéns pelo seu texto. está engraçado.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAntónio Sousa

    06-07-2012 às 17:07:25

    Penso que uma cor não diz nada sobre uma pessoa...

    Para mim isso é um absurdo

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJose carlos

    05-07-2012 às 10:14:11

    Sendo a cor branca a junção das cores do arco-íris, não deveria ser a descrição da cor branca o conjunto dos significados de todas as outras cores que compõem o arco-íris?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojoana domingues

    05-07-2012 às 10:12:51

    É possivel eu identificar-me com mais do que uma cor? é que não sou de gostar apenas de uma cor, gosto de várias em questão. e identifico-me com imensas coisas ditas sobre cada uma das cores.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCarlos Duarte

    05-07-2012 às 10:10:22

    Gostei da descrição das cores que aqui colocou... Muito obrigado, pela descrição sobre o que a minha cor preferida diz sobre mim.
    mais uma vez, obrigado e continue com estes bons textos.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãocarla Gomes

    05-07-2012 às 10:08:50

    Isto das cores não acertou em nada sobre mim... Isto é apenas mentiras aqui escritas para enganar as pessoas!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoRoberta

    05-07-2012 às 10:07:23

    Muito obrigada pelo texto, estava a espera a algum tempo de um texto que disse-se isto mesmo das cores. Muito obrigada..

    ¬ Responder

Comentários - O que a sua cor preferida diz sobre si

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um caminho para curar o transtorno alimentar

Ler próximo texto...

Tema: Saúde
Um caminho para curar o transtorno alimentar\"Rua
De acordo com um relatório divulgado em novembro de 2014 pelo Comitê Permanente sobre o Status da Mulher, entre 600 mil a um milhão de canadenses cumprem os critérios diagnósticos para um transtorno alimentar em um dado momento. Problemas de saúde mental com ramificações físicas graves, anorexia e bulimia são difíceis de tratar.

Os programas públicos de internação frequentemente não admitem pacientes até que estejam em condição de risco de vida, e muitos respondem mal à abordagem em grupo. As clínicas privadas costumam ter listas de espera épicas e custos altos: um quarto custa de US$ 305 a US$ 360 por dia.


Corinne lutou juntamente com seus pais contra a bulimia e anorexia por mais de cinco anos. Duffy e Terry, pais de Corinne, encontraram uma clínica na Virgínia. Hoje, aos 24 anos, ela é saudável e está cursando mestrado em Colorado. Ela e seus pais acreditam que a abordagem holística, o foco individualizado e a estrutura imersiva de seu tratamento foram fundamentais para sua recuperação.

Eles sabem que tinham acesso a recursos exclusivos. "Tivemos sorte", diz Duffy. "Podíamos pagar por tudo." Mas muitos não podem.
A luta desta família levou-os a refletir sobre o problema nos Estados Unidos. Em 2013, eles fundaram a Water Stone Clinic, um centro privado de transtornos alimentares em Toronto. Eles fazem yoga, terapia de arte e participam na preparação de refeições, construindo habilidades na vida real com uma equipe de apoio empática. Os programas funcionam nos dias da semana das 8h às 14h, e até agora, não tem lista de espera. Porém essa abordagem é onerosa: aproximadamente US$ 650 por dia.

A família criou a Fundação Water Stone - uma instituição de caridade que fornece ajuda a pacientes que não podem pagar o tratamento. Os candidatos são avaliados por dois comitês que tomam uma decisão baseada na necessidade clínica e financeira. David Choo Chong foi o primeiro a se beneficiar da fundação. Ele havia tentado muitos programas, mas nenhum foi bem sucedido. A fundação pagou metade do tratamento. Dois anos depois, Choo Chong, feliz e estável diz "Water Stone me ajudou a encontrar quem eu sou".

Pesquisar mais textos:

Roberta Darc

Título:Um caminho para curar o transtorno alimentar

Autor:Roberta Darc(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios