Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Como pedir dinheiro emprestado a um amigo

Como pedir dinheiro emprestado a um amigo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 130
Comentários: 9
Como pedir dinheiro emprestado a um amigo

Os bancos estão aptos a fazer empréstimos para empresas e pessoas físicas, mas para isso, é preciso oferecer garantias e atender as exigências que a instituição financeira determina como pré-requisitos para viabilizar o empréstimo.

O crédito consignado cresceu muito no Brasil nos últimos tempos, mas essa modalidade de empréstimo que para os bancos é uma das mais seguras, o solicitante precisa ser cliente do banco ou ser funcionário público, aposentado ou pensionista do INSS para ser contemplado com esse serviço, mas essa não é a realidade de todos que estão sem capital.

Para os que não têm fontes de garantia, emprego formal ou que está com restrição de crédito e precisando de dinheiro com urgência, o jeito é pedir emprestado a um amigo. Pedir dinheiro emprestado é motivo de vergonha para algumas pessoas. Os motivos desse constrangimento estão ligados ao orgulho, pois ao pedir irá se expor, o que para muita gente é razão de vergonha ao pensar que outras pessoas saberão as sua real situação. Outro motivo que desconforta é saber o momento certo para falar com o amigo de modo que ele se sensibilize e não negue o pedido.

De fato é um assunto que tira o sono de muita gente, mas não há razão para ficar gerando tanta ansiedade, afinal, se o amigo não emprestar, logo saberá.




Quando for falar sobre o empréstimo com seu amigo, converse a sós para que tanto você quanto ele se sintam a vontade, participação de terceiros nessa hora só servirá para aumentar a dificuldade que tem de tocar no assunto e dará ao amigo maior liberdade para responder. Procure falar da maneira mais clara que puder sem ficar inventando rodeios para chegar ao ponto. Essa atitude sugere que o valor a ser solicitado é muito alto e cria expectativa negativa de suspense.

Antes de falar com o amigo, faça as contas e analise quanto tempo levará para pagar e, se for parcelado, em quantas vezes. É importante conversar apresentando soluções da sua parte e boa vontade para quitar seu compromisso.

Assuma uma postura positiva diante dele, olhe nos olhos e fale com tranquilidade, como se estivesse falando de outro assunto confidencial. O amigo perceberá pela sua leitura corporal que tem reais intenções de cumprir com o compromisso de pagamento.

Lembre-se: é muito importante de fato pagar caso consiga o dinheiro emprestado para não perder o amigo, se precisar outra vez, terá um voto de confiança dele.

Boa sorte!


Sílvia Baptista

Título: Como pedir dinheiro emprestado a um amigo

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 130

806 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 9 )    recentes

  • SophiaSophia

    23-05-2014 às 19:57:15

    Só em último caso é que se deve pedir dinheiro emprestado a um amigo. E precisa ser de muita confiança e com responsabilidade!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    16-09-2012 às 16:37:23

    Olá Sílvia. Consegue perceber-se quase imediatamente a ideia do texto. Recorrer a um amigo é sempre difícil e constrangedor, mas alguns factores da nossa vida podem obrigar-nos a isso. No entanto, pagar é imprescindível, até porque se pagarmos o assunto fica em silencio, mas se for ao contrário toda a gente acabará por saber.

    ¬ Responder
  • Sílvia BaptistaSílvia Baptista

    29-10-2012 às 12:56:19

    Oi Carla, tem toda a razão.

    Obrigada pelo comentário e pela participação de ideias que acrescentou.

    ¬ Responder
  • Sílvia BaptistaSílvia Baptista

    31-07-2012 às 10:29:27

    Se precisar pedir dinheiro emprestado, é hora de levantar a cabeça e assumir uma postura de quem sabe o que está fazendo, nada de ficar parecendo uma pessoa derrotada, sofrida, pessimista, ao contrário, é hora de parar de se criticar pensando no que fez de errado e partir para um novo recomeço.

    ¬ Responder
  • Sílvia BaptistaSílvia Baptista

    30-07-2012 às 10:56:48

    A abordagem desse texto é para quem não tem garantias de renda e não pode utilizar os meios maios comuns de empréstimo, sendo que a solução para uma causa imediata seria recorrer à ajuda de um amigo, mas até o melhor amigo precisa de um prazo para saber quando será pago. É preciso ser muito criterioso quanto a esse detalhe. Se não tem certeza que pagará daqui a um mês, é melhor estender o prazo do pagamento. E tem mais; pode ser que o amigo não disponha do valor total. Tenha maturidade para entender e não ficar imaginando coisas absurdas.

    ¬ Responder
  • Sílvia BaptistaSílvia Baptista

    30-07-2012 às 10:55:54

    Não há motivos para se envergonhar por estar descapitalizado (a) temporariamente, afinal, até algumas grandes empresas tem histórico de quebra de capital. O que importa é a real intenção de pagar ao amigo logo que possível.
    Quando citei que o ego é o principal motivo do constrangimento, é que ao seguirmos um determinado conceito social, nos deparamos com a ideia de que o outro terá conhecimento do nosso fracasso. Se colocar nessa posição faz com que tudo pareça pior. Ora, não é preciso se sentir desse modo, o amigo certamente já percebeu, só não disse nada por respeito e educação.

    ¬ Responder
  • Sílvia BaptistaSílvia Baptista

    26-07-2012 às 10:26:13

    Pedir dinheiro emprestado a um amigo faz muita gente perder o sono, mas o que mais agride e que nem sempre se percebe, é o fato de ter que expor sua real situação financeira. Vamos lançar um olhar mais detalhado sobre isso: O que impede de fato a falar com o amigo sobre essa necessidade financeira? O que tanto dificulta conversar se é uma pessoa amiga? Não é com os amigos que costumamos nos abrir, então qual é a verdadeira razão para tanto constrangimento?
    Bem, a resposta é simples, mas nem sempre agradável. Trata-se do “ego”, por isso tanto temor.

    ¬ Responder
  • Sílvia BaptistaSílvia Baptista

    23-07-2012 às 19:52:22

    Olá Edmundo, fico feliz por ter ajudado.

    Um abraço!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoEdmundo Silva

    03-07-2012 às 10:19:02

    Muito obrigado pelas dicas, estava a pensar em pedir algum dinheiro emprestado agora ja tenho algumas luzes de como o fazer.. `

    ¬ Responder

Comentários - Como pedir dinheiro emprestado a um amigo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios