Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Música > A Musica é fundamental

A Musica é fundamental

Categoria: Música
Visitas: 4
Comentários: 4
A Musica é fundamental

A musica é para nossa alma um bem, ouvir musica nos faz deleitar viver e
reviver.

A musica marca vidas, marca tempos, e épocas de nossas vidas, tanto tempo bom como tempo ruim. Com a musica, vivemos a nossa historia, a nossa vida.

A musica nos faz viajar no tempo e no espaço, a musica é fundamental.

A musica tem vários gêneros
musicais: musica internacional, nacional, clássicas, Gospel, funk, sertaneja, e romântica.

A musica é a forma mais antiga de nos expressarmos o que sentimos, a musica toca o nosso ser ela é profunda ela é benéfica até antes de nascer, pois já existe pesquisa que comprova que a escolha da musica dos pais e a audição freqüente é prazerosa durante a gravidez, faz com que a criança ao nascer seja capaz de reconhecer ao ouvi-la e a tranqüiliza.

Estudos também comprovam a importância que a musica tem para o bem estar do bebê, desde quando ele ainda é feto, a musica traz tranqüilidade para a mãe e para o feto.

Não dar para imaginarmos o mundo sem a musica, sem nem um som, vejamos a historia de Ludwig Van Beethoven que nasceu para ser musico fez as três sonatas para piano nas quais o mundo ainda hoje ouviu e se encanta, mais surgiu à tragédia, a doença que lhe roubou o centro auditivo interno o que lhe transformou o espírito, levando-o a isolar e ter grande depressão.

Este incidente levou Beethoven ao desespero e pouco faltou para que com suas mãos pudesse dar fim em sua vida, só a arte o amparou.

Embora tenha feito muitas tentativas para se tratar mais sem êxito a doença progrediu e estava praticamente surdo, ao contrario dos que muitos pensavam Beethoven jamais chegou a perder a sua audição total, porem nos últimos anos
de vida a tivesse perdido, condição que não o impediu de apresentar em
consertos musicais, e nem em fazer sua maior obra prima sinfonia nº 9 e
antes de falecer disse ele: que iria compor a ultima e a maior obra prima em que o mundo a ouviria e que passa se o tempo que passa se jamais iria esquecer e ter outra musica igual FUR ELISA hoje fica na historia no mundo e no tempo.

Como podemos ver sem a nossa audição é como não ter vida, sem poder ouvir o som da chuva que cai da cigarra que canta lá fora, do barulho dos trovões, do pingo da água de uma torneira, das ondas do mar explodindo na praia, foi isso que deu grande desespero ao grande Ludwig Beethoven.

A musica é uma terapia, ou seja, musicoterapia é por meio do som que os elementos musicais como (melodia harmonia e ritmo) da intervenção a alma nossa identidade sonora.



Waldiney Melo

Título: A Musica é fundamental

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 4

644 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • SophiaSophia

    13-05-2014 às 19:47:01

    Também concordo que a música é fundamental! A nossa vida é tão agitada, rotineira e devemos sempre nos acompanhar de uma música agradável e estimulante para enfrentar o dia!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    18-09-2012 às 01:50:09

    Não consigo fazer nada sem uma boa música a ouvir. Adoro músicas alegres e que nos inspiram a pensar. Tem de muitos ritmos e de vários estilos, servem para diversificados , momentos. Ela com certeza é fundamental e muito útil. Também nos influenciam, nos animam, nos entristecem também. Por isso, é fundamental saber escolher as melhores músicas para se ouvir. Gostei do seu texto, valeu!!!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    13-09-2012 às 16:31:38

    Ah, a música. Faz-me confusão como algumas pessoas conseguem passar pela vida sem uma banda sonora, e como tantas outras consomem em massa músicas comerciais com sentidos superficiais e fúteis. Gostos discutem-se, há boa música, música sublime e música que se vai ouvindo; depois há barulho. Quem não sente o espírito elevar-se quando ouve a Nona Sinfonia de Beethoven ou O Lago dos Cisnes de Tchaikovsky? Mas também há boa música fora do ramo clássico.

    ¬ Responder
  • Célia machucaCélia machuca

    04-04-2009 às 18:23:48

    Menina você me fez chorar com a história de Beethoven é isso mesmo o que aconteceu com ele, e para mim é o maior e o melhor da musica clássica.
    a música marca momentos muito importante de nossas vidas.
    obrigado por me fazer recordar bons momentos da minha vida.

    ¬ Responder

Comentários - A Musica é fundamental

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios