Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Música > Fado: uma herança portuguesa…

Fado: uma herança portuguesa…

Categoria: Música
Visitas: 12
Comentários: 4
Fado: uma herança portuguesa…

A música é uma forma de caracterizar os povos e os costumes. Pensar em Portugal é pensar em Fado. Imortalizado por Amália Rodrigues, este estilo de música é uma das heranças mais ricas e marcantes da cultura portuguesa. Mesmo com a morte da diva portuguesa, cada vez mais o fado ganha fãs e é reconhecido além fronteiras. Quando se fala em fado, associa-se de imediato às tascas que existem pelos diferentes bairros lisboetas e à palavra Saudade, um termo que apenas os portugueses compreendem na totalidade. Cantar o fado não é para todos, é preciso ter alma e aprender a gostar deste estilo de música, também não é fácil.

Confesso que nunca fui muito fã de fado, mas ultimamente tenho ouvido mais e com a proliferação de novas vozes, parece que o fado começa a ganhar nova vida. Mariza é a fadista de nova geração que se tem destacado e que tem levado o bom nome de Portugal a percorrer o mundo. Tal tem sido o êxito, que já passa mais tempo fora do país a cantar do que por terras lusas. O mundo está rendido aos seus encantos! Sinceramente nunca pensei que o fado fosse tão apreciado, mas a verdade é que sempre que alguém visita o pais, uma das paragens obrigatórias é uma casa de fados. Já frequentei algumas e se antes era coisa que não me entusiasmava, hoje vibro e também cantaroleio. Se olharmos à mensagem que as letras tentam passar é sempre de situações com que nos identificamos.

Mais irónico ainda, são cada vez mais as pessoas de nacionalidade estrangeira que cantam fado na perfeição. Akané, como é tratada no meio artístico, é uma japonesa oriunda de Osaka, de 29 anos, que hoje arranca fortes aplausos sempre que actua nas casas de fado. Não sabia o que era fado, até que um amigo amante da guitarra portuguesa a desafiou a cantar fado no Japão. Desde ai que este estilo lhe entrou pela vida e já não se imagina sem o típico xaile preto que usa nas actuações.

Marcela Ortiz Aznar vive na Cidade do México e apaixonou-se pelo fado, graças aos Madredeus. O desejo de saber mais sobre a música e sobre a cultura portuguesa, levou-a a visitar o pais por diversas vezes, tanto que hoje faz do fado uma forma de vida. Confessa que os mexicanas estranham esta paixão, mas Marcela vai conseguindo passar a palavra e até criou o projecto “Fado by Foreigners”, onde juntou uma espécie de irmandade fadista não portuguesa, só falta mesmo é conseguir apoios.

Estas são apenas duas histórias, mas tal como Akané e Marcela, são cada vez mais as pessoas que seguem o fado, seja qual for a categoria (existem três: Menor, Corrido e Mouraria). Apesar de ser um estilo de música portuguesa, o Fado desperta paixões nos quatro cantos do mundo, gerando um amor sem fronteiras. Eu começo a aprender a partilhar desta paixão e você?



Catarina Guedes Duarte

Título: Fado: uma herança portuguesa…

Autor: Catarina Guedes Duarte (todos os textos)

Visitas: 12

803 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Nuno CabeleiraNuno Cabeleira

    30-04-2011 às 09:28:17

    E o Carlos do Carmo que é um dos melhores fadistas de sempre, onde se situa? nem sequer falam dele. Para mim é tâo bom como a Amalia Rodrigues.

    ¬ Responder
  • Robertson FrizeroRobertson Frizero

    09-08-2009 às 22:41:11

    O fado, independente da língua portuguesa (se é que isso é possível...), emociona aos que compartilham sua alma de saudade, de melancolia contente... Conheco o trabalho de Marcela Ortiz Aznar e só posso dizer que é fabuloso e digno de apoio - é uma embaixadora da cultura portuguesa, mesmo sem suporte oficial qualquer para isso.

    ¬ Responder
  • Fátima FerreiraClaudina (Dina)

    09-08-2009 às 14:25:37

    Li o que a Catarina escreveu e sensibilizou-me pelo facto da Marcela tentar levar a outras partes do mundo o prazer de se ouvir um fado bem cantado.O fado que nos identifica e que nos toca a todos duma maneira ou de outra duma maneira muito profunda....Eu vivo nos E.U.A. e devo dizer que so aqui bem longe de Portugal foi que eu comecei a gostar do fado e porque? porque com ele eu embarco para esse Pais de alma e coracao e vivo tudo aquilo que nos vai na alma na alma de um portugues..Parabens amiga porque canta muito bem!
    Um grande abraco desta amiga Claudina

    ¬ Responder
  • Marcela Ortiz AMarcela Ortiz A

    08-08-2009 às 22:16:19

    Querida Catarina ,

    Obrigada por fazer mencao ao meu trabalho. É mesmo assim que se faz difusao de nosso esforco. Mais uma vez, obrigada.

    Um abraco desde México

    ¬ Responder

Comentários - Fado: uma herança portuguesa…

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios