Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Vila Viçosa Vila-Museu e Infanta do Alentejo

Vila Viçosa Vila-Museu e Infanta do Alentejo

Categoria: Viagens
Visitas: 2
Comentários: 1
Vila Viçosa Vila-Museu e Infanta do Alentejo

Vila Viçosa é um autêntico tesouro alentejano, possuidora de um admirável legado patrimonial e cultural. A História explica bem porque é que esta vila, localizada num concelho cuja economia assenta na indústria de extracção e transformação de mármore, é apelidada de “Princesa do Alentejo”.

Vila Viçosa passou a ser pertença da casa de Bragança em 1461, o que lhe granjeou cuidados urbanísticos de excelência. No decorrer dos séculos xvi e xvii brilhou a Vila Viçosa ducal, de que os monumentos e a magnificência patrimonial dão mostras clarividentes. No chamado Terreiro do Paço existe, precisamente, um conjunto arquitectónico fenomenal dominado pelo Paço Ducal, uma construção majestosa com a fachada principal revestida de mármores da zona. Todo o espaço envolvente do Paço Ducal fundamentaria, de per si, a distinção de vila-museu a Vila Viçosa. No entanto, o terreiro ostenta ainda a estátua equestre de D. João IV e os panteões dos duques (outrora o Convento dos Agostinhos) e das duquesas (que era o Convento das Chagas), de lados opostos, como convém. O Paço Ducal tem aproximadamente cinquenta salas que se podem visitar, as quais acolhem inúmeras preciosidades de âmbitos tão diversos como a pintura, a ourivesaria, o mobiliário e também tapeçarias, porcelanas e uma biblioteca com mais de cinquenta mil volumes. O palácio-museu completa-se com a Capela Real, os Jardins das Damas e o anexo Museu das Carruagens.

O castelo de Vila Viçosa, uma das mais antigas memórias da vila, é considerado como monumento nacional. Na área do castelo encontram-se o Museu da Caça e o Museu da Arqueologia. A Porta de Évora oferece uma bonita vista para a vila.

Saindo do castelo em direcção à Praça da República, o visitante depara-se com alguns bustos de habitantes insignes, como são os casos de Florbela Espanca, que dispensa apresentações, e do Dr. Couto Martins, médico e notável benfeitor.

Vila Viçosa caracteriza-se, de igual modo, pela quantidade de igrejas que detém, sendo as mais importantes a Igreja da Lapa, datada de 1756, e a Igreja de São Bartolomeu, situada na antiga Praça Nova, que chegou a pertencer ao Colégio dos Jesuítas.

Dado que o mármore está no centro da actividade económica, organizam-se percursos geoturísticos cujo intuito é seguir o que se designa por rotas do mármore. Atravessando toda a vila, estes trajectos mostram as variadas aplicações do mármore e fazem a articulação entre o património edificado e o de origem geológica. A par do mármore é o estanho a matéria-prima mais utilizada pelos artesãos nas suas obras.

Não que vir ajudar a escrever mais um pedaço da História?


Maria Bijóias

Título: Vila Viçosa Vila-Museu e Infanta do Alentejo

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

628 

Imagem por: Fofo .

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    13-06-2014 às 16:57:35

    Que bonito lugar! Como é bom conhecer essa diversidade de lugares, ainda mais sendo a Vila Verçosa, cheia de história e cultura.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Vila Viçosa Vila-Museu e Infanta do Alentejo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: Fofo .

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios