Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > O que é o estrabismo

O que é o estrabismo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 4
Comentários: 13
O que é o estrabismo

Os olhos desalinhados têm cura, mas é preciso buscar ajuda o quanto antes. O estrabismo segundos os oftalmologistas 2% a 5% das crianças sofrem deste problema. Os fatores mais comuns que desencadeiam o estrabismo é a genética. Em razão dos músculos que controlas os movimentos dos olhos serem regulados pelo cérebro, doença que afeta o órgão, como hidrocefalia, síndrome de Down, paralisia cerebral, tumores e traumas podem desencardir o problema. O estrabismo muitas vezes é congênito, mais existem casos que o individuo fica estrábico depois da fase adulto, devido algumas lesões no globo ocular ou complicação da diabetes.

O estrabismo pode ser aparente ou latente, constante ou intermitente. Os olhos têm a função de localizar um a imagem e transmitir ao cérebro. Caso os olhos estejam fixos em um mesmo ponto, o cérebro funde as duas imagens isso em uma visão normal. Já no estrabismo em vez da imagem se fundir duas imagens são capitadas. Quando a criança é estrábica, ela costuma rejeitar a imagem do olho estrábico e só enxerga com um olho sem problema. Quanto ao adulto, como o olho costuma ver os dois olhos ele não consegue ignorar o olho estrábico, acontecendo assim a diplopia, visão duplicada.

O melhor mesmo é começar a tratar tão logo descubra que tem estrabismo. Com um exame clinico o oftalmologista faz o diagnostico do estrabismo e avalia se os dois olhos estão se desenvolvendo, já que a tendência é o olho desviado tornando se preguiçoso (ambliopia), pois passa a não ser utilizado. Neste caso, o medico recomenda o uso de um tampam no outro olho, para estimular o que não esta se desenvolvendo. A partir daí o oftalmologista definira se o tratamento deve ser feito com o uso de óculos ou cirurgia. Vale ressaltar que, em grandes partes dos casos as cirurgias devem ser feitas ate o segundo ano de vida. Em estrabismo tardio, em que a casos de visões duplas (diplopia), cirurgias também são recomendadas.

O estrabismo deve ser tratado na infância quanto antes, melhor em! Todas as crianças devem fazer o teste do olhinho, para ser verificado algum possível problema. Ate os 2 anos de idade, recomenda-se a avaliação medica oftalmológica a cada 6 meses. Depois deste período, avaliação anual ate aos 10 anos de idade. Para preserva a visão do olho normal e recuperar a visão do amblíope, alinhar os olhos, procurar restaurar a visão binocular. A cirurgia atua sobre a musculatura ocular. O grupo muscular que terá intervenção cirúrgica depende do desvio ocular de cada paciente. Dependendo do caso a vera a necessidade de mais uma intervenção cirúrgica.

Waldiney Melo

Título: O que é o estrabismo

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 4

773 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 13 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    15-07-2014 às 23:15:59

    O estrabismo possui tratamento e deve ser acompanhado sempre. É muito chato ter isso, mas o bom é que podemos cuidar melhor.

    ¬ Responder
  • camila

    05-08-2012 às 15:43:45

    tenho estrabismo desde de 8 anos mais nao e muito visivel mais me emcomoda muito sera que tem cura o que faço



    ¬ Responder
  • sabrinasabrina

    20-06-2012 às 17:44:51

    sofri um acidente a 6 meses e estou estrabica ate hj e e claro estou com a visão dupla e uso um tampão ate agora e vou precisar fz uma cirurgia,e gostaria de saber si demorou muito pro meu ortoptista querer mi operar e se a operação tem algum risco ou se vai melhorar msm????

    ¬ Responder
  • Tatiane

    06-08-2013 às 06:42:30

    Oi Sabrina como vai? Voce fez a cirugia,gostaria de saber como esta seu olho, eu tbm sofri um acidente a 3 meses e estou assim tbm usando tampão

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoEstrábico Anónimo

    17-04-2012 às 19:39:51

    Eu também sou estrábico, desde a infância. Hoje sou adulto e aprendi a viver com isso, mas em crinça sei bem o que sofri. Tenho estrabismo divergente, quando era pequeno era convergente mas o grande médico que me operou, achou por bem cortar demais o musculo ... enfim ...
    Também eu decidi criar um blog dedicado ao estrabismo: www.oestrabismo.com

    ¬ Responder
  • rodrigorodrigo

    01-05-2012 às 09:34:59

    amigo a mim aconteceu-me o mesmo ficou muito bom mas começou a desviar, estou a espera para fazer uma injecção de botox e nova operação...

    ¬ Responder
  • susanasusana

    27-10-2011 às 16:24:42

    boa tarde
    tenhop estrabismo desde crianca,fui operada uma x,e mal se notava agora com 32 anos de idade o olho ficou completamente preguicoso, ate chega doer e nota.se imenso.tera ainda a lguma cura?

    ¬ Responder
  • rodrigorodrigo

    03-05-2012 às 11:23:09

    compreendo-te a mim aconteceu exactamente o mesmo estou a tentar por tudo ser novamente operado, o que consegui ate aqui foi ser seguido no gama pinto mas como me apareceu uma coisa na tiroide tenho de ter os valores todos controlados coisa que não esta a acontecer devido ao stress constante em que me encontro

    ¬ Responder
  • kamilakamila

    23-08-2011 às 02:45:45

    Parabéns pela explicação, mas eu acho que deveria falar como a pessoa deveria se alimentar, pq só fala do que é, explicando tudo, mas enfim, por favor coloquem como uma pessoa deve se alimentar

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojoao Muianga

    15-07-2011 às 11:03:44

    Gostei da explicação.É muito gratificante saber que no mundo existem pessoas que divulgam os conhecimentos.

    ¬ Responder
  • janainajanaina

    13-02-2011 às 21:12:42

    boa noite!na minha gravidez tive presão alta e figuei com visão dupla 15 dias e os olhos desalinhados, depois ficou normal,agora com 1 mes depois fique assim de novo sera que estou com estrabismo, o neuro disse que nao.

    ¬ Responder
  • helena caireshelena caires

    18-12-2010 às 23:02:19

    tenho uma menina com 3 anos k aos 2 anos nota-mos que ela estava com o olho esquerdo prguiçoso levei-ao ao oft no hospital e começaram com oculos e o olho tapado .depois aumentaram a garduaçao do olho preguiçoso nada resulta agora estou a usar umas gotas no olho bom ao dormir meto -le as gotas noto que ela agora tem os dois olhos a entortar so tenho consulta em fevereiro que devo fazer

    ¬ Responder
  • Fernando Britobruno

    11-10-2009 às 21:35:47

    sofri um acidente na minha infancia tinha 8 anos entaum perdi minha visão direita e fiquei com estrabismo . hoje tenho 18 gostaria de saber se ainda a cura no meu caso de estrabismo .

    ¬ Responder

Comentários - O que é o estrabismo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios