Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Os etarras

Os etarras

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 2
Os etarras

Euskada Ta Askatasuna (Pátria Basca e Liberdade), conhecida por Eta, é uma organização política que busca a independência do país basco. Em 1952, vemos aparecer em Bilbao um grupo universitário designado Ekin, que se juntou à Eta a 31 de julho de 1959. Em 1962, ocorre a primeira Assembleia em Belloc, em França. Delinear alguns objetivos para o sucesso da luta: considerar a história basca um elemento essencial para o aparecimento do orgulho nacional, aprovação do Socialismo, não é um movimento não religioso nem uma etnia, mas um grupo que procura a independência da Pátria Basca.

A ETA utiliza a violência (assassinatos, raptos, explosão de bombas) para abalar a instituição política. Desde 1953, a violência foi muito utilizada em causas políticas. Em Espanha, a ETA usou o terror para obrigar o governo a dar o estatuto de independência ao país basco. Claro, que os muitos governos recusaram de todo satisfazer as exigências dos membros da ETA.

Desde a segunda metade do século XX até ao dia de hoje temos assistido ao terror dos etarras, que tem como fim atingir membros do Estado e não civis. Em 1968, Melitón Mananzas, chefe da polícia secreta de San Sebastián, foi assassinado. Cinco anos depois, Luis Carrero Blanco, presidente do governo, também foi assassinado. Mais recente, em 1995, os etarras tentaram eliminar José Maria Aznar, líder do partido PP, o partido da oposição. Em 2000, explodiu um carro de um político, vitimando este e o seu guarda-costas. Em 2007, um carro-bomba explodiu no terminal 4 Aeroporto de Madrid-Barajas. Também em 2007, dois agentes da Guarda Civil foram vitimados em dois atentados. O funeral dos guardas Diego Salvá e Carlos Sáenz foi acompanhado por Felipe, herdeiro da coroa espanhola, e sua mulher, Letizia.

A 18 de fevereiro de 2004, a ETA anunciou as tréguas com a Catalunha. Estas tréguas têm como objetivo procurar unir o povo basco com o povo catalão.

Resumindo, os principais alvos da ETA são a polícia, os membros do governo basco e a Guarda Civil. O simbolismo deste grupo passa pela serpente e pelo machado. É um grupo que privilegia a violência para alcançar o seu objetivo: a independência do país basco.

A 18 de fevereiro de 2004, a ETA anunciou as tréguas com a Catalunha. Estas tréguas têm como objetivo procurar unir o povo basco com o povo catalão.


Daniela Vicente

Título: Os etarras

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 2

605 

Comentários - Os etarras

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios