Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > O Boxer

O Boxer

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Animais Estimação
Comentários: 5
O Boxer

O BOXER É UM AMIGO (frase do Boxer Clube de Portugal)

Sou criador de raça boxer em Portugal a 14 anos com o afixo Boxers dell Conde de Valmont, entre os exemplares criados por mim constam varios campeões de Portugal e Internacionais, mas não foi para falar dos meus exemplares nem dos meus exitos como criador que me levou a escrever sobre esta magnifica raça de cães.

Origem – A criação do boxer iniciou-se por finais do seculo XIX na Alemanha, com cruzamento de duas raças o antigo Dogue chamado bullenbeisser (morde Touros) e o conhecido bulldog inglês.Embora os primeiros boxers eram algo diferentes dos atuais ao longo dos anos obteve-se um cão com uma força,coragem,intelegencia e afeição ao dono inigualavel e com um caracter alegre e brincalhão.

Standart- Cor fulvo e tigrado, Machos 57-63cm e Femeas 53-59cm, o boxer cão prognata, deve ser compacto e quadrado,musculado,movimento vivo a pelagem deve ser curta e sedoza.
Acho que sobre o Boxer se podia escrever muito mais sobre toda a sua formologia mas acho que a minha experiencia poderá ser mais util em informar o que realmente existe de diferente entre o Boxer e outras raças de Cães.

O meu primeiro contacto com esta raça surgiu quando o meu pai apareceu em casa com um livro de bolso sobre o Boxer tinha eu os meus 12 anos e disse é este o cão que vamos ter. Li o manual enumeras vezes, fez parte do meu cotidiano não havia internet por isso todo o anuncio que via no jornal a dizer que se vendia boxers era motivo de conversa em casa a perguntar ao meu pai se seria hoje o famoso dia.

Esse dia acabou por chegar,através de um amigo do meu pai, acabei por comprar o Boxer que mudou a minha vida para sempre Urko do Casal de Pauves era fantástico.

Boxer é conhecido como o baba das crianças é completamente louco e protetor dos pequenotes como exemplo posso dar no nascimento do meu filho quando cheguei a casa a primeira coisa que fiz foi apresentar o meu miudo a uma cadela que está la em casa a reação dela foi espantosa, resultado ganhou uma mamite criou leite e não largava a porta do quarto dele e ninguém se aproximava dele sem meu consentimento. Eles conseguem distinguir as fragelidades das pessoas e sua capacidade para brincarem com eles se for uma pessoa muito idosa tem cuidado de não fazer força na trela nem de brincar com brutidade...

Obrigado a todos pelo tempo que dispos para saber mais sobre esta Raça.

No próximo Artigo que faça irei falar sobre:
O Boxer e o Trabalho


Miguel Braga

Título: O Boxer

Autor: Miguel Braga (todos os textos)

Visitas: 0

635 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • SophiaSophia

    16-06-2014 às 05:29:44

    Que linda raça de cão, o boxer! Aprendi a amar cada vez mais os cachorros, como eles são tão carinhosos e fiéis.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJoão

    14-04-2014 às 23:11:50

    Adoro animais , especialmente cães ...muito bom texto

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFernando

    21-06-2012 às 11:44:56

    Sobre a raça do Boxer já ficamos a saber um pouco.
    Agora mostra a tua raça .... a escrever.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFernando

    20-06-2012 às 16:34:28

    Gostei de ler.
    Força

    ¬ Responder
  • Miguel BragaMiguel Braga

    25-06-2012 às 12:29:54

    Obrigado, Abraço

    ¬ Responder

Comentários - O Boxer

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios