Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Utilidades Domésticas > Os copos evidenciam as características do vinho

Os copos evidenciam as características do vinho

Comentários: 1
Os copos evidenciam as características do vinho

Já alguma vez pensou no papel do copo em que servimos um vinho? Por estranho que possa parecer, pode ser determinante na sua degustação.

Em condições idênticas de temperatura, o mesmo vinho pode manifestar características distintas, consoante o copo em que é servido. Não pense que são diferenças subtis e menosprezáveis - até um simples apreciador é capaz de as notar.

Cada modelo de copo de vinho é cuidadosamente desenhado e construído de forma a evidenciar as melhores características do vinho – cor, aroma e sabor.

Os únicos materiais que devem ser considerados são o vidro e o cristal (incolores, transparentes e sem superfícies facetadas).

Para além disso, há que ter em conta a forma como se pega no copo. Todos apresentam um pé, que deve ser utilizado para suportar o copo, para que não ocorra alteração da temperatura do conteúdo, pelo contacto com a nossa mão.

Por outro lado, já todos vimos experimentação de vinhos por enólogos. Estes aproveitam a estrutura simples do copo para melhor degustar o vinho: sem encher o copo a mais de ¼ da sua capacidade, suportanto-o pela base, podem facilmente girar o líquido, de forma a libertar os seus compostos aromáticos e melhor visualizar a sua coloração.


Rua Direita

Título: Os copos evidenciam as características do vinho

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

633 

Imagem por: Jeff Kubina

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    07-06-2014 às 21:42:51

    Hummm, o vinho é tudo de bom! Aprendi que o vinho deve ser bebido em taças compridas.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Os copos evidenciam as características do vinho

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Jeff Kubina

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios