Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Utilidades Domésticas > Como lavar manchas das paredes

Como lavar manchas das paredes

Visitas: 66
Comentários: 2
Como lavar manchas das paredes

Ter uma casa bonita e com as paredes pintadas de branco ou às cores é algo que contribui para o bem-estar pessoal e da saúde dos seus moradores. Contudo, às vezes, as paredes são manchadas com gordura, café,humidade ou com riscos dos ténis das crianças ou jovens, que gostam de esticar as pernas no sofá ou na cama do quarto.

Estes e outros episódios podem dar involuntáriamente origem a manchas se não forem logo removidas.

As festas de aniversário, de Natal ou outras também são susceptíveis de causar alguns pequenos acidentes domésticos ou salpicar as paredes próximas da mesa, com champagne, vinho ou massa de bolos.

Em suma, o entusiasmo e as brincadeiras podem levar a estes episódios de sujar carpetes ou paredes.

Relativamente à limpeza e remoção das manchas, o ideal é atuar desde logo, a fim de as remover.

O processo de limpeza depende do tipo de parede que seja atingida, pois pode ser de azulejo, tinta acrílica ou cal.

O mais usual, quando uma parede está manchada é tentar limpar a mesma com uma esponja macia, do tipo da verde e amarela ou um pano macio, que se envolve com água tépida e um detergente à base de amoníaco. Pode usar-se também uma mistura de água com dez por cento de amoníaco, esfregando suavemente a mancha com um pano.
Não se devem lavar as paredes, habitualmente com detergentes alcalinos, porque podem cntribuír para as manchas. Os melhores são os neutros, sem substâncias intoxicantes e abrasivos.

Eventualmente pode usar-se o detergente Sonasol ou o Cif, com um pano ou esponja sem pêlos, limpando de leve.

A esponja tem uma parte verde que às vezes remove a sugidade mais entranhada nas paredes de azulejo ou outra. Mas o melhor é experimentar primeiro num bocadinho, e ver o efeito.

Há limpadores multuiusos que retiram qualquer mancha das paredes, sendo mais indicados para as paredes laváveis.

Estes servem muito bem para manchas de gordura ou café ou ainda humidade das paredes. Se estas estiverem muito expostas ao sol, ficam também manchads, devendo ser passadas com um pano e detergente.

Há quem goste de lavar as paredes com álcool e acetona, por estes removerem bem as manchas.

A maior parte das manchas das paredes são fáceis de remover e limpar, bastando apenas, o pano húmido, detergente neutro ou á base de amoníaco ou limão e água tépida.

No caso das paredes das cozinhas, aplica-se muito o limão e o vinagre, revelando-se este excelente para as gorduras das paredes e fogão.

Os detergentes tira gorduras podem também envolver-se num pano molhado, fazendo um efeito eficaz nas manchas mais gordurosas.

Quando as manchas são causadas por tintas, lápis, canetas ou ténis, melhor é pintar as paredes de novo, pois quase sempre deixam uns resíduos.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Como lavar manchas das paredes

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 66

773 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-06-2014 às 17:29:39

    Muito bom! O vinagre e também o bicarbonato de sódio são excelentes para retirarem essas manchas das paredes.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoTeresa Maria Batista Gil

    30-07-2012 às 17:04:55

    Habitualmente lavo as paredes da cozinha com uma esponja amarela e verde e um detergente de limão. Depois basta passar um pano macio e seco para ficarem a brilhar. Para as gorduras mais difíceis uso um detergente tira-gorduras normal ou passo um pano embebido em vinagre. Este é muito bom para absorver as gorduras das paredes perto do fogão e do lava-loiça.Se eventualmente as paredes ficarem manchadas devido a humidade ou nódoas ou salpico de comidas, o melhor é fazer uma mistura de bicabornato e água e passá-las com o pano húmido embebido dessa mistura.As nódoas são fácilmente removidas desde que não estejam muito entranhadas nas paredes. Por isso devem ser limpas com frequência com um pano macio, e uma mistura de água com detergente sonasol ou de limão.A maior parte das paredes podem ser lavadas fácilmente, com água morna e detergente normal. Para as zonas mais difíceis basta esfregar com a esponja verde e depois com outra ,macia ou com um pano sem pêlos.O uso de álcool para remover nódoas sempre foi utilizado pelas donas de casa. Contudo pode também usar-se sumo de limão, vinagre e detergente da loiça ou um tira nódoas.Atualmente os detergentes são bastante eficazes na remoção das manchas e gorduras das paredes, sejam de azulejo ou tinta plástica. Para uma maior eficácia devem ser misturados em água morna.A água tépida ajuda muito a remover as manchas das paredes, assim como uma esponja especial. Com efeito há esponjas e panos apropriados para a remoçao das gorduras, em tintas, azulejo ou cal.Se as manchas forem mais difíceis de remover ou em grande quantidade o melhor é pintar a parede de novo para não ficar manchada e estragar o ambiente. Os riscos de caneta são ás vezes difíceis de remover.Apesar de água quente, limão e sabão lavarem quase tudo, inclusive as paredes manchadas e gordurosas há quem prefira lavar com outros químicos, que ás vezes são tóxicos e desacoselháveis em casa.Há quem use acetona para tirar riscos de tinta, ou misture lexívia a detergente. contudo não dse deve abusar da lexívia, apenas algumas gotas.

    ¬ Responder

Comentários - Como lavar manchas das paredes

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios