Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Horas: Hs ou h? Tire Sua Dúvida!

Horas: Hs ou h? Tire Sua Dúvida!

Categoria: Outros
Horas: Hs ou h? Tire Sua Dúvida!

É normal termos algumas dúvidas quanto às abreviaturas. Principalmente, quando essas se encontram no nosso cotidiano e na linguagem coloquial. Mais normal ainda é utilizá-las porque todo mundo está utilizando daquele jeito e daquela forma. Mas, não é porque todo mundo está usando desse jeito que é o correto, não é mesmo? É necessário buscar conhecimento, e não aceitar o que os outros falam ou escrevem, é importante investigar, analisar, pesquisar! Muitas vezes, descobrimos que aquela grafia estava incorreta, como é o caso das horas, e é o que veremos aqui.

Portanto, preste bem atenção porque será destacada algumas informações importantes sobre o uso das horas e não apenas quanto à sua grafia!

Qual o correto? Hs ou h?


1) Horas deve ser abreviada com letra minúscula “h”. Exemplo:
- A reunião será às 3h;
O H maiúsculo é símbolo do hidrogênio.

2) Não faz plural. Exemplo:
- O nosso encontro será às 19h, e não .... às 19hs;

3) Devemos descrever horas por extenso quando nos referimos à duração. Exemplo:
- Eles estavam conversando durante quatro horas;

4) Não há necessidade dos “00” para indicar os minutos. Não é preciso usar “3:00h”. Se houver minutos, pode-se abreviar com “min”. Exemplo:
- O casamento será realizado às 19h30min
**** Não use “m”, pois é a abreviação de metros;

Pontos a considerar!
- A reunião vai das 8h às 10h
A reunião começará às 8h e terminará às 10h;

- A reunião vai de oito a dez horas
A duração da reunião será aproximadamente entre oito e dez horas.

Dúvidas que ocorrem:
- Este evento ocorrerá às 19 e 20 horas
Parece haver dois horários possíveis para o evento: às 19h e às 20h. A verdadeira informação era:
- Este evento ocorrerá às 19h20min.

Que informação interessante, não? Durante muito tempo pensei que a escrita “hs” era a correta, mas depois de estudar muito e ver os dicionários de língua portuguesa descobri essa preciosidade! Então, agora só nos resta praticar e seguir adiante com a forma correta de escrever! Espero que você não erre mais e nem se confunda, ok? Caso deseje, partilhe essa informação com seu amigos, assim você estará promovendo o conhecimento. Eles vão adorar saber disso!

Até a próxima dica!


Kizua Urias

Título: Horas: Hs ou h? Tire Sua Dúvida!

Autor: Kizua Urias (todos os textos)

Visitas: 0

477 

Comentários - Horas: Hs ou h? Tire Sua Dúvida!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios