Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Motivos para você não pensar em vingança

Motivos para você não pensar em vingança

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Motivos para você não pensar em vingança

Segundo o ditado popular, a vingança é um prato que se come frio. Precisa ser planejada e deve causar um efeito tão maléfico (ou pior) que o provocado. Mas, saiba que a vingança acarreta sérias repercussões tanto psicológicas quanto para o corpo, e também, para o aspeto social da pessoa que se vinga. Então, saiba mais e veja motivos para você não pensar e vingança.

1 - Não dá pra ser feliz: O sentimento de vingança é capaz de ocupar a mente de tal forma que a pessoa não consegue pensar em outra coisa. Ela pode até ter motivos para ficar feliz com algo, mas não consegue.

2 - A alma enferruja: A vingança só aumenta o pessimismo, o ódio e o ressentimento. E, todos esses sentimentos são capazes de deteriorar a alma.

3 - Poço de doenças: A vontade de vingança provoca muitos males, como por exemplo: ansiedade, depressão e transtorno obsessivo compulsivo (TOC).

4 - Isolamento Social: Além de todas as respostas que o organismo sofre devido ao sentimento de vingança, também é comum encontrar nas pessoas vingativas o problema da fobia social. Eles param de se relacionar com as pessoas, se distanciam dos amigos e da família. E agirem desta forma pois acham que, se não o fizerem, poderão perder o foco na vida, que é se vingar.

5 - Estresse de sobra: A pessoa vingativa é estressada. O corpo produz altos níveis dos hormônios cortisol, adrenalina e noradrenalina. Em um curto período isso dá uma força sobrenatural para a pessoa ter coragem de realizar o que deseja. Mas, em longo prazo, prejudica as funções do corpo.

6 - Mais e mais doenças: O alto nível de estresse ocasiona problemas nas vias respiratórias, na pele, no coração, no sistema digestivo, etc. Ou seja, a pessoa começa a implodir por dentro.”

7 - Um futuro nada legal: Quando a pessoa olha para trás, na velhice, percebe que é duro rever as experiências da vida e repara que ela foi toda motivada pelo sentimento de vingança e não por sentimentos nobres. Portanto, as coisas ruins devem ficar no passado e nunca devem ser motivo de vingança.


Rua Direita

Título: Motivos para você não pensar em vingança

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

639 

Comentários - Motivos para você não pensar em vingança

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios