Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Como escolher um colchão

Como escolher um colchão

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Comentários: 1
Como escolher um colchão

Você sabia que uma boa noite de sono estimula vários processos metabólicos no organismo? Mas, esses efeitos não podem ser obtidos se a cama não for confortável. Atualmente, já é possível encontrar vários tipos de colchões e travesseiros. E, em meio a tantas novidades, basta escolher o que melhor se adapta ao seu corpo, ou seja, aquele que deixa a coluna mais alinhada. Confira dicas e saiba como escolher um colchão.

Fique atento às características de cada colchão:
Espessura: 15 cm já é o suficiente para proporcionar uma noite confortável.
Altura da cama: ela deve ficar, no mínimo, a 30 cm do chão. Essa distância garante uma ventilação adequada.
Estrado ou box? O estrado traz mais vantagens no quesito circulação de ar, o que ajuda a prevenir irritações na pele provocadas pelo excesso de suor.
Tamanho: o colchão pequeno restringe os movimentos durante a noite.

Tipos de colchão:
Mola: a armação é composta por fios de aço inox com formato cilíndrico, cônico ou bicônico. Pode durar até 3 anos.
Espuma: existem diversos modelos, desde os mais duros até os extramacios. É preciso mantê-los sempre secos e só podem ser utilizados por, no máximo, 5 anos.
Látex: este são compostos por borracha derivada da seringueira, se molda facilmente ao corpo e volta ao formato inicial sem resistência. Deve ser trocado a cada 10 anos.
Alternativos: podem ser de ar ou de água, mas que não são recomendados para o uso diário, salvo em casos de indicação médica.

Glossário:
Bonnel: sistema de molas mais antigo e tradicional, com fios de aço.
Compensado: tipo de madeira mais comum na fabricação de camas, inclusive da box.
Densidade: definição técnica para o peso que a espuma pode suportar.
Double side: o famoso colchão dupla face. Os dois lados podem ser usados sem preocupação.
Dupla densidade: colchões com faces distintas. Normalmente, um lado é firme e o outro é extrafirme.
Jacquard: tecido empregado para forrar travesseiros, fronhas e lençóis.
Pocket: molas ensacadas de forma individual.
Poliframe: armação de espuma utilizada como suporte, principalmente para colchões de mola.

Como cuidar?
- O colchão precisa ser trocado de acordo com o tipo de material utilizado em sua fabricação. Podem durar de 3 a 10 anos.
- é aconselhável substituir os travesseiros a cada 2 anos para evitar a proliferação de bichos como ácaros, que causam problemas respiratórios.
- Caso o colchão ou travesseiro molhe, deixe secar ao sol. Não os deixe úmidos para evitar a proliferação de micro-organismos.
- Se possível, aquira uma capa antiácaro. Coloque-a sob a fronha e os lençóis para proteger contra alergias. Lave-as toda semana.


Rua Direita

Título: Como escolher um colchão

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

805 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Colchão Certo

    16-03-2013 às 11:34:20

    Adorei esta matéria. Parabéns.

    ¬ Responder

Comentários - Como escolher um colchão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Cães e Humanos: Amizade por interesses

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Animais Estimação
Cães e Humanos: Amizade por interesses\"Rua
Não é de hoje que os cães são considerados nossos melhores amigos, porém como toda amizade ela não é totalmente incondicional e livre de interesses, pense bem, você pode discordar a princípio, mas analise a fundo e verá que tenho razão.

Cães convivem conosco a mais de 10mil anos, foi lá atrás na pré história que essa amizade começou, uma das mais duradouras da história. Teorias dizem que essa conexão iniciou pois ambas as espécies precisavam de algo que não possuíam e juntos se completaram.

Em plena era do gelo onde a sobrevivência estava sendo testada a todo vapor, aquele lobo considerado mais corajoso se encontrou com um homem também corajoso e resolveram unir forças, talvez não conscientemente, mas deu certo para ambos, e ali iniciava uma amizade que duraria por milênios.

Nesse estágio da nossa história, corríamos perigo de sobrevivência; faltava comida, segurança e energia ! ... E então percebemos que esses lobos simpáticos poderiam nos dar uma vantagem na corrida contra a morte, afinal eles caçavam muito bem , coisa que tínhamos dificuldade em fazer pela falta de energia naquele momento; então pensamos, eles nos ajudam a caçar, nós dividimos o alimento e em troca eles ganham segurança e afeto, e foi assim que essa amizade nos ajudou a enfrentar todos os percalços do caminho, e hoje evoluímos tanto que não precisamos mais de seus serviços e ainda sim continuam sendo nossos melhores amigos, posso dizer então que realmente é uma amizade verdadeira, que surgiu da dificuldade e interesses mas que não se deixou abalar por nada.

Então, agora quando virmos alguém maltratar esses animais, desdenhar deles dizendo que "não prestam pra nada", "não fazem nada de útil", como a galinha que põe ovos, ou a vaca que dá leite, lembremo-nos o quão útil eles foram na nossa caminhada, não só no quesito físico mas também no emocional, numa época em que as aparências não importavam e nem o QI para se fazer um amigo, bastava ser corajoso o bastante pra ultrapassar barreiras e conhecer mais o outro, do jeito que ele viesse, garanto que vantagens incríveis nascerão dessa amizade, e não pense em vantagens como algo ruim, quando digo penso em a vantagem da gente se sentir o humano mais importante do mundo quando esses seres peludos nos olham nos olhos sem pedir mais nada em troca, damos e recebemos carinho como nunca, uma retribuição silenciosa a quem sempre esteve do nosso lado, no pior e melhor momento.

O maior interesse em uma amizade é que ela dure para sempre, e acho que com os Cães conseguimos isso.

Pesquisar mais textos:

Lara Lavic

Título:Cães e Humanos: Amizade por interesses

Autor:Lara Lavic(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios